Sábado, 24 de Julho de 2021
(31) 99129-8046
GERAIS PICHAÇÃO

Moradores do bairro Siderúrgica sofrem com ação de vândalos

Muros e casas foram pichados e a população teme que a Igreja Nossa Senhora do Ó seja o próximo alvo.

22/06/2021 10h20 Atualizada há 1 mês
510
Por: Redação Fonte: Folha de Sabará
Moradores do bairro Siderúrgica sofrem com ação de vândalos

Transitando pelo Siderúrgica, bairro onde abriga a Igreja Nossa Senhora do Ó, tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, observa-se que a paisagem mudou, a poluição visual é nítida. Casas e muros foram pichados, os moradores temem que a igreja possa ser o próximo alvo dos vândalos. 

A marcas deste ato de degradação podem ser vistas pelas ruas Lígia de Paula Rocha, Juscelino Kubitschek, entre outras, e até no muro da Arcelor Mittal e campo Siderúrgica. 

Alguns moradores já registraram boletim de ocorrência e acionaram a Polícia Militar, mas as pichações continuam. 

A Folha de Sabará entrou em contato com a Polícia Militar para obter informações sobre os boletins de ocorrência, mas até o fechamento da edição (17/06), não teve retorno.

 

Guarda Municipal

 

Já a Guarda Civil Municipal informou que realiza patrulhamentos preventivos em todo o município 24h por dia, visando coibir qualquer tipo de danos ao patrimônio público e também garantir a segurança objetiva do cidadão. Em relação às pichações, a instituição está organizando uma reunião com as demais forças de segurança de Sabará para que, juntos, monitorem e identifiquem os autores de tais crimes, tomando as devidas providências de acordo com a lei. 

A Guarda Civil Municipal tem canais diretos com a população, as denúncias podem ser realizadas pelos telefones 153 e (31) 3671-1649, que funcionam 24h por dia.

Vandalismo ao patrimônio público

 A depredação de patrimônio público é crime previsto no Código Penal Brasileiro, com detenção de seis meses a 3 anos e multa, podendo ser as penas aplicadas a quem destruir, inutilizar ou deteriorar, ou seja, vandalizar patrimônio público, conforme o artigo 163. A pichação de patrimônio público prevê de três meses a 1 ano de detenção e multa, conforme artigo 65 da Lei de Crimes Ambientais -9.605/98. 

Em todos os casos de vandalismo, a Prefeitura de Sabará registra boletim de ocorrência junto às autoridades competentes para, posteriormente, ajuizar ações contra os autores das práticas ilícitas.

3 comentários
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias