Domingo, 21 de Julho de 2024 19:44
(31) 99129-8046
Brasil Febre Oropouche

Febre Oropouche se Espalha pelo Brasil: cinco mil casos confirmados

A febre oropouche é uma doença viral que apresenta sintomas semelhantes aos da dengue, como febre, mal-estar, fadiga, dores musculares e desconfortos intestinais

17/05/2024 10h45 Atualizada há 2 meses
Por: Glaucia Melo Clark Fonte: Folha de Sabará
Febre Oropouche se Espalha pelo Brasil: cinco mil casos confirmados

A febre oropouche, uma doença transmitida principalmente por mosquitos, está causando preocupação no Brasil. Recentemente, foram confirmados cinco mil casos dessa infecção no país. O vírus responsável é o Orthobunyavirus oropoucheense (OROV).

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (14) revelam que os casos de febre oropouche estão se espalhando pelo Brasil. Atualmente, o país contabiliza 5.102 casos da doença, com 2.947 no Amazonas e 1.528 em Rondônia.

Além desses estados, outros casos foram registrados ou estão em investigação em diferentes regiões do país, incluindo Bahia, Acre, Espírito Santo, Pará, Rio de Janeiro, Piauí, Roraima, Santa Catarina, Amapá, Maranhão e Paraná. Os dados foram atualizados até 15 de março.

A febre oropouche é uma doença viral que apresenta sintomas semelhantes aos da dengue, como febre, mal-estar, fadiga, dores musculares e desconfortos intestinais. Embora não sejam conhecidos óbitos diretamente relacionados à doença, ela pode causar inflamações nas meninges, com possíveis consequências permanentes.

Sintomas e Transmissão

A febre oropouche apresenta sintomas semelhantes aos da dengue e da chikungunya, incluindo febre, dores articulares e musculares, além de fadiga. A transmissão ocorre principalmente por meio da picada do mosquito Aedes serratus, embora outros vetores também possam estar envolvidos.

Prevenção e Controle

Para evitar a propagação da doença, é essencial adotar medidas preventivas, como:

  1. Uso de repelentes: Proteja-se contra picadas de mosquitos usando repelentes adequados.
  2. Eliminação de criadouros: Reduza os locais de reprodução dos mosquitos, eliminando água parada em recipientes.
  3. Proteção individual: Use roupas de manga longa e calças para evitar picadas.

As autoridades de saúde estão monitorando a situação e trabalhando para conter o surto. Fique atento às orientações e siga as medidas de prevenção para proteger sua saúde e a de sua comunidade.

: Fonte: Ministério da Saúde do Brasil.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sabará, MG
Atualizado às 18h05
23°
Tempo limpo

Mín. 11° Máx. 26°

23° Sensação
3.6 km/h Vento
44% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (22/07)

Mín. 12° Máx. 29°

Tempo limpo
Amanhã (23/07)

Mín. 13° Máx. 28°

Parcialmente nublado
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias