Terça, 28 de Setembro de 2021 13:58
(31) 99129-8046
Anúncio
GERAIS CONVERSA DE ESQUINA

Mentirinhas

- Ô, Jacaré, me empresta uma caneta aí!

31/08/2021 11h22
111
Por: Redação Fonte: LUIZ ALVES

Há vários tipos de mentiras. Algumas se tornam um santo dever, como aquelas que inventamos para levantar o moral de certas pessoas. “Você quase não mudou. Está cada vez mais nova e bonita.” Santa mentira... Existem também as mentiras cabeludas que aprendemos nas escolas. Afinal, já disseram que a História não passa de um monte de lorotas escritas por alguém que não estava lá. Mas falemos das inocentes mentirinhas com que os pobres maridos tentam ludibriar suas castas esposas. Aliás, nem mentiras são; melhor dizendo, são verdades fantasiadas.

Este fato aconteceu com um dos meus amigos taxistas. Diz ele que a coisa estava ruim. Uma corridinha mixuruca aqui, outra ali, tempão parado no ponto, e as contas só chegando. Desanimador, bicho. Um dia ele não aguentou: 

- Pra mim chega. A manhã inteira aqui na praça, e nada. Paradeiro desgraçado! Vou mandar tudo às favas e tomar uma no Bar do Jacaré. Tirar a tarde para a cervejinha gelada, o bom tira-gosto, o papo legal com amigos e pronto! Pernas pro ar que ninguém é de ferro, pô! O negócio é sentar e esperar a maré ruim passar.

Bar do Jacaré. A turma chegando. A conversa cada vez mais animada, e a cerveja rolando, geladíssima. Dava até para esquecer as dificuldades. Foi quando o celular tocou. Do lado de lá, uma conhecida vozinha feminina. 

- Alô, benzinho. Onde você está?

- Rodando feito louco, meu anjo. (Era a jararaca, cara!) Não paro um minuto. A coisa tá difícil. Pra pagar nossas contas, estou matando jacaré a beliscão. 

Falou, piscou o olho pra galera e virou mais um copo, estalando a língua. Jacaré, o dono do bar (e não o dos beliscões, é lógico) já chegava com o tira-gosto.

- Pobrezinho - pensou a iludida. Mas anime-se, pois nossa vizinha quer te contratar para uma longa corrida amanhã. Bom, né? Anota aí o telefone dela.

- Oba! Até que enfim! Um minutinho só, amor - diz o eufórico marido. 

 Ah, companheiros e companheiras, pra quê... Os orixás das esposas são implacáveis. O infeliz corre até o balcão, estufa o peito e berra para o dono do bar:

- Ô, Jacaré, me empresta uma caneta aí!

Imagine você como foi a volta do pobre taxista ao lar. O grito de “Jacaré” revelara à esposa onde estava o marido, aquele safado! Pois é, se as mentiras têm mesmo pernas curtas, como dizem, as pernas de algumas até que são curtinhas demais.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
CONVERSA DE ESQUINA
Sobre CONVERSA DE ESQUINA
Uma coluna bem descontraída que conta a história do povo da nossa cidade através das mãos do nosso amigo professor e ex-prefeito Luiz Alves
Anúncio
Sabará - MG
Atualizado às 13h50 - Fonte: Climatempo
30°
Pancada de chuva

Mín. 18° Máx. 32°

29° Sensação
4.9 km/h Vento
34.5% Umidade do ar
90% (2mm) Chance de chuva
Amanhã (29/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 31°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Quinta (30/09)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 20° Máx. 30°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias