Sexta, 16 de Abril de 2021
(31) 99129-8046
Geral MERCADO MUNICIPAL

Mercado Municipal vira abrigo de pessoas em situação de rua

Parte do local está limpo e conservado pelos produtores, mas a outra parte tem acúmulo de lixo, mato e entulho

24/02/2021 17h32 Atualizada há 2 meses
Por: Redação Fonte: FOLHA DE SABARÁ
O local está com muita sujeira
O local está com muita sujeira

A Folha de Sabará recebeu uma denúncia sobre a situação do Mercado Municipal, segundo informações, o local está abandonado e virou abrigo para pessoas em situação de rua e de descarte de lixo.

O mercado municipal funcionava normalmente até ser atingido pela enchente do ano passado e ter o muro parcialmente destruído, e atualmente, funciona de segunda à sábado.

A Prefeitura de Sabará informou que está desenvolvendo um projeto de revitalização do Mercado Municipal. Sobre a limpeza, a Secretaria de Meio Ambiente realizou a limpeza da via próxima ao mercado. A limpeza e manutenção do imóvel são de responsabilidade da Associação de Produtores que possui concessão de uso do espaço. Em relação a possibilidade de moradores de rua estarem se abrigando no mercado, técnicos da secretaria de Desenvolvimento Social foram até o local para realizar abordagem e tomar as providências cabíveis.

A Folha de Sabará esteve no Mercado Municipal e constatou que, parte do local, onde os produtores trabalham está limpo e cercado, porém, a outra parte onde o muro foi destruído pela enchente e que antigamente era colocado cadeiras e mesas para os frequentadores está com muita sujeira, mato e entulho. No momento da nossa visita foi possível ver um morador de rua e muita sujeira onde ele estava. Ainda é visível as marcas da enchente nos muros internos do mercado.

 

Em conversa com o presidente da Associação de Produtores, Antônio Acácio da Rocha, ele nos informou que a associação não tem condições de arcar com a manutenção e limpeza do local.

“O mercado foi quase destruído pela enchente. São nove produtores trabalhando no momento e três boxes vazios. A enchente nos deu muito prejuízo, só para limpar, gastamos duas semanas, ainda tem muito por fazer”, disse.

Segundo o produtor José Ladislau Evangelista, funcionários da Prefeitura estiveram no mercado na semana passada (quinta e sexta-feira) para retirada de entulhos e terra, mas não voltaram mais. “Estamos largados as traças”, lamentou Evangelista.

Tanto o presidente da Associação, quanto o produtor pediram apoio da administração municipal pois, segundo eles, existia um contrato que estabelece que a Prefeitura se responsabilizaria pela vigilância 24h do mercado. Mas não é a realidade, por isso, o local é invadido.

O produtor José Ladislau Evangelista informou que perdeu toda a barraca com a enchente, e que o prejuízo foi imenso. O recomeçar não foi fácil. “Precisamos de mais apoio e parcerias para revitalizar nosso espaço, pois o mercado é o nosso sustento”.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias