Domingo, 25 de Julho de 2021
(31) 99129-8046
RELIGIÃO Roça Grande

Roça Grande: da origem do bairro a tradicional festa de Santo Antônio

Você conhece a história?

23/06/2021 15h52
333
Por: Redação Fonte: Folha de Sabará
Roça Grande: da origem do bairro a tradicional festa de Santo Antônio

Roça Grande recebeu este nome em 1711 pelo então governador Antônio de Albuquerque, o arraial, que já se chamou Arraial dos Rio das Velhas e Arraial de Santo Antônio do Bom Retiro do Rio das Velhas, foi fundado pelo Bandeirante Borba Gato quando foi iniciada a extração de ouro no Rio das Velhas. Santo Antônio de Pádua era o santo de devoção daquela época, então, Borba Gato construiu na região uma primitiva capela em honra a Santo Antônio, feita de adobe. 

Conta-se que um fato curioso aconteceu naquela época. Aproximadamente, 300 metros da igreja existia uma grande pedra e nela encontrava-se uma imagem de Santo Antônio, em pé, fixa no local, como se tivesse sido preparada para esta finalidade. Há relatos de que a imagem foi levada para Santa Luzia por moradores e, para surpresa de todos, no dia seguinte, misteriosamente, a imagem de Santo Antônio retornava para a pedra em Roça Grande. A notícia se espalhou e tomaram esse fato como um milagre. Desse dia em diante, os moradores de Roça Grande, no intuito de preservar a imagem do santo, decidiram construir uma igreja para abrigá-lo. Mas reza a lenda que o que aconteceu é que Santo Antônio escolheu ficar em Roça Grande.   

 

Santuário de Santo Antônio de Roça Grande 

Os anos se passaram e devido ao grande número de devotos, que durante a trezena na primeira metade do mês de junho chega a ultrapassar 80 mil pessoas, um novo Santuário foi construído na década de 1980. Atendendo a pedidos de toda Arquidiocese de Belo Horizonte, em 1998, Santo Antônio de Roça Grande foi elevado à condição de Santuário Arquidiocesano. O local continua atraindo um número crescente de devotos, vindos de várias cidades de Minas Gerais e do Brasil. Todo mês de junho e também no dia 13 de cada mês, veículos de todo tipo, e até romarias a pé saem de vários pontos de Belo Horizonte e Sabará em direção ao Santuário.

A tradicional festa de Santo Antônio de Roça Grande ocorre no Santuário, devido a pandemia do novo Coronavírus, a programação da festa deste ano foi alterada, com participação limitada de fiéis que agendaram anteriormente a visita.  As missas começaram no dia 31 de maio e encerraram no dia de Santo Antônio, 13 de junho. 

Em novembro de 2018, a Festa de Santo Antônio de Roça Grande foi reconhecida pelo poder público municipal como patrimônio cultural da Sabará.

Segundo o Santuário, a imagem de Santo Antônio tal como é venerada em Roça Grande é singular, uma vez que apresenta o Santo Franciscano vestido como padre, e não apenas como frei como é comum encontrarmos em outros lugares. Esta devoção de três séculos a Santo Antônio de Roça Grande, pelo valor histórico e pelo apelo popular que possui, é considerada a principal dedicada ao Santo português em todo o estado de Minas Gerais.

 

Quem foi 

Santo Antônio

 

Santo Antônio nasceu em Lisboa, Portugal, em 13 de setembro de 1191 e morreu por hidropisia maligna (insuficiência cardíaca congestiva) aos 36 anos, em 13 de junho de 1231, nas vizinhanças de Pádua, Itália. Por isso, é chamado Santo Antônio de Lisboa e Santo Antônio de Pádua, um dos santos mais populares da Igreja, “o santo do mundo todo” chamou Leão XIII.

Filho de Martinho de Bulhões e Teresa Taveira, de famílias ilustres, recebeu o nome de Fernando, no batismo. Aos 15 anos, entrou no convento da Ordem dos Cônegos Regulares de Santo Agostinho, nas proximidades de Lisboa. Permaneceu durante dois anos e pediu para ser transferido para o mosteiro de Santa Cruz em Coimbra, porque eram tantas as visitas de parentes e amigos, que perturbavam sua paz. Em Coimbra fez filosofia e teologia e foi ordenado padre.

Foi tanta a repercussão de sua morte e tantos os milagres que, onze meses após sua partida, foi canonizado pelo Papa Gregório IX. Em 1263, quando seu corpo foi exumado, sua língua estava intacta e continua intacta até hoje, numa redoma de vidro, na Basílica de Santo Antônio, em Pádua, onde estão seus restos mortais.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias