Sábado, 20 de Julho de 2024 21:31
(31) 99129-8046
Gerais VOCÊ CONHECE

Desvendando os mistérios do Hospício da Terra Santa: um relicário de histórias e curiosidades em Sabará

O estabelecimento é denominado “Hospício”, porque remete  à uma casa de “hospedagem” dos  frades, da Irmandade da Terra dos Santos Lugares de Jerusalém, cuja sede era no Rio de Janeiro, e para hospedar franciscanos esmoleres, que  transitavam pelas terras mineiras.

29/04/2024 12h33
Por: Glaucia Melo Clark Fonte: José Arcanjo do Couto Bouzas - Historiador
Desvendando os mistérios do Hospício da Terra Santa: um relicário de histórias e curiosidades em Sabará

Em 1712, o Governador Antônio de Albuquerque, solicitou autorização à Coroa Portuguesa, para instalação do Hospício da Terra Santa, no Arraial do Sabarabuçu. No entanto, somente em 1740, foi efetivamente instalado, segundo o Frei Samuel Tatteroo, historiador franciscano em Minas. 

Frei Apolinário da Conceição, publicou em Lisboa, naquele mesmo ano de 1740, um trabalho enumerando os estabelecimentos da Ordem, inclusive a dos Esmoleres dos Santos Lugares, do Brasil, à época. Mas não dá notícia sobre a existência do Hospício da então Vila Real. Fala do estabelecimento na Vila Rica de Ouro Preto, desde 1726, como sendo a “primeira Casa de Religiosos” na Capitania de Minas. 
Sobre o Hospício da Terra Santa de Sabará, não sabemos quem foi o autor da planta nem os profissionais responsáveis pela construção do interessante edifício.


O estabelecimento é denominado “Hospício”, porque remete  à uma casa de “hospedagem” dos  frades, da Irmandade da Terra dos Santos Lugares de Jerusalém, cuja sede era no Rio de Janeiro, e para hospedar franciscanos esmoleres, que  transitavam pelas terras mineiras. 
É uma construção em alvenaria de pedra, e parte em taipa e adobe, com seis janelas pela frente e lateral, telha canal, porão e muros de vedação em todo o terreno. Ostentava no auge de sua ocupação, paredes e tetos com pinturas decorativas e religiosas, e um curioso chafariz  nos fundos, com incrustrações de cacos de louca, pedrinhas e conchas, que ainda se encontra no mesmo local. 
Em 1926, Frei Benigno Van Oschse, no Livro de Registro Econômico do Hospício, informa do “estado lastimável”  do velho casarão. 
Segundo lembranças de antigos moradores do local, imigrantes holandeses, que moravam em Bananal, próximo à Angra dos Reis,  e que foram convidados em 1950,  por um frei franciscano,  para morarem em Minas Gerais, no Hospício de Sabará, o casarão tinha 28 cômodos,  quatro porões e 6 alqueires de terra. 


Não temos como comprovar isto, primeiro porque as terras foram ocupadas no entorno,  segundo porque nos anos 1970, após os holandeses saírem, a construção esteve abandonada por muitos anos. Depois foi vendida pelos frades para um engenheiro, colecionador de antiguidades. Ele manteve os objetos originais da casa, como imagens, móveis, a capela interna de Santo Antônio, mas reduziu o número de cômodos, modificou a cozinha, construiu mais dois banheiros, e outras adaptações para moradia familiar.
Um outro engenheiro, nos anos 1980, também colecionador e empresário do ramo imobiliário, descendente da família Paula Rocha, comprou o edifício, fez pequenas alterações, inclusive na capela interna – por motivos de segurança da construção – e viveu lá, com a esposa,  por uns 15 anos. 
Segundo Afonso Ávila, de 1761 a 1799, esteve à frente da direção da instituição Frei Manuel de Sant’Ana , vice-comissário da Terra Santa, a quem coube a iniciativa da construção da anexa Capela de Nossa Senhora do Pilar,  edificada em frente ao casarão. Foi mantida, até a saída dos frades e dos holandeses,  sob a responsabilidade da  Irmandade da Terra Santa, mesmo depois da inauguração, em 1881,  do  cemitério público, em terrenos contíguo ao templo.  Posteriormente foi incorporada ao município e depois transferida para a Paróquia do Rosário.   
Há alguns anos, um outro empresário sabarense, comprou da família do engenheiro, a edificação histórica, onde mora, atualmente. 

José Arcanjo do Couto Bouzas - Historiador

Fontes; Revista Barroco nº. 8 – Affonso Ávila
 Arquivo Histórico do Museu do Ouro-Casa Borba Gato- Doc. Eclesiásticos

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Notícias de Sabará - MG
Sabará, MG
Atualizado às 20h05
20°
Tempo limpo

Mín. 11° Máx. 28°

19° Sensação
2.57 km/h Vento
54% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (21/07)

Mín. 11° Máx. 26°

Tempo limpo
Amanhã (22/07)

Mín. 11° Máx. 29°

Parcialmente nublado
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias