Quarta, 01 de Dezembro de 2021 11:44
(31) 99129-8046
POLÍCIA TJMG

Ex-PM acusado de matar jovem no bairro Nações Unidas é condenado por homicídio culposo

Os jurados entenderam que não houve intenção de matar e a juíza aplicou a pena de 1 ano e seis meses de detenção, em regime aberto; MP vai recorrer

17/11/2021 11h49
625
Por: Redação Fonte: Marina Costa - Estado de Minas
Divulgação TJMG
Divulgação TJMG

Weverton de Paula, ex-cabo da Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), acusado de matar um jovem durante uma festa de carnaval, em fevereiro de 2018, foi condenado a 1 ano e seis meses de detenção, em regime aberto, por homicídio culposo. O julgamento no 3° Tribunal do Júri de Belo Horizonte, teve início na manhã desta terça-feira (16/11). 

 
O ex-PM respondia por homicídio qualificado, por motivo fútil e com recurso que dificultou a defesa da vítima. Durante o interrogatório, ele afirmou não ter percebido que tinha acertado a cabeça da vítima, apenas os braços dela.

 

O júri, formado por seis mulheres e um homem, decidiu que Weverton não agiu com intenção de matar, sendo condenado por homicídio culposo. Apesar disso, os jurados destacaram as circunstâncias desfavoráveis, como elevada agressividade do réu, descompasso com a função, motivo fútil e vítima abordada de surpresa. 

 

O promotor Christian Lúcio da Silva afirmou que vai recorrer da decisão. O ex-PM vai aguardar a decisão do recurso em liberdade. 

 

DENÚNCIA

Segundo a denúncia do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), em 4 de fevereiro de 2018, por volta das 23h, no Bairro Nações Unidas, em Sabará, o réu assumiu o risco de matar ao desferir dois golpes no pescoço e um chute na cabeça da vítima. Para o MPMG, o ex-PM agiu por motivo fútil, utilizando recurso que dificultou a defesa da vítima, “provocando-lhe lesões corporais que foram a causa eficiente de sua morte”.

A agressão foi filmada por uma câmera de segurança a alguns metros do crime. O jovem chegou a ser levado para uma Unidade de Pronto-Atendimento de Sabará e, depois, transferido, em estado grave, para o Hospital João XXIII, na capital mineira, onde teve constatada a morte cerebral.
 
Em março do mesmo ano, o ex-PM foi preso, acusado do crime. Ele foi exonerado da PMMG, por processo administrativo, por causa do homicídio e aguardava o julgamento em liberdade.

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sabará - MG
Atualizado às 11h36 - Fonte: Climatempo
24°
Pancada de chuva

Mín. 18° Máx. 26°

24° Sensação
13.5 km/h Vento
51.2% Umidade do ar
90% (10mm) Chance de chuva
Amanhã (02/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 19° Máx. 28°

Sol com muitas nuvens e chuva
Sexta (03/12)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 18° Máx. 27°

Sol, pancadas de chuva e trovoadas.
Ele1 - Criar site de notícias