Sexta, 16 de Abril de 2021
(31) 99129-8046
Senado Federal Senado Federal

Adiada votação de projeto que proíbe reajuste de medicamentos na pandemia

O Senado adiou a votação do Projeto de Lei (PL) 939/2021, que proíbe o reajuste anual de medicamentos enquanto durar o estado de emergência em saúd...

08/04/2021 18h41
Por: Redação Fonte: Agência Senado
Adiada votação de projeto que proíbe reajuste de medicamentos na pandemia

O Senado adiou a votação do Projeto de Lei (PL) 939/2021, que proíbe o reajuste anual de medicamentos enquanto durar o estado de emergência em saúde pública. O texto seria analisado pelo Plenário da Casa nesta quinta-feira (8), mas foi retirado de pauta a pedido do autor do projeto, senador Lasier Martins (Podemos-RS).

A ideia é que o texto venha a ser votado pelo Senado após a realização de sessão temática sobre o projeto — a data desse debate ainda será definida.

O relator da matéria é o senador Eduardo Braga (MDB-AM).

A proibição de reajuste prevista na proposta aplica-se retroativamente a qualquer reajuste de medicamento em 2021. No entanto, a medida não geraria direito a restituições de pagamentos já realizados.

Lasier Martins disse que a ocorrência de reajustes de até 10,8% nos preços dos remédios ocorre de maneira imprópria e inoportuna durante o período mais crítico da pandemia de coronavírus.

Emendas

Até o presente momento, foram apresentadas sete emendas ao PL 939/2021, entre elas a da senadora Rose de Freitas (MDB-ES), que, além de suspender o ajuste anual de preços de medicamentos para o ano de 2021, também o faz para os próximos anos, enquanto perdurar o estado de emergência em saúde pública em decorrência da covid-19.

A senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA) apresentou uma emenda que estabelece o índice oficial de inflação brasileiro, ou seja, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), como limite máximo para o ajuste de preços de medicamentos no ano de 2022. O senador Jean Paul Prates (PT-RN), apresentou emenda com o mesmo objetivo.

Eliziane Gama também é autora de emenda que prevê a suspensão dos reajustes das mensalidades dos planos de saúde.

Os senadores Humberto Costa (PT-PE), Jorge Kajuru (Cidadania-GO) e Rogério Carvalho (PT-SE) também apresentaram emendas que tratam dos reajustes dos planos de saúde, entre outros assuntos.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias