SEGUNDA-FEIRA, 25 DE JAN DE 2021
Untitled Document
NOTICIÁRIO - POLÍTICA
21 DE DEZEMBRO DE 2020
Wander Borges é reeleito com 52,05% dos votos e reafirma o compromisso com Sabará

“Não mexa em time que está ganhando”, essa frase se confirmou após a apuração das urnas em que o atual prefeito, Wander Borges (PSB), foi reeleito com mais de 30 mil votos em Sabará. Este será o seu quarto mandato e o chefe do Executivo Municipal disse que apesar das dificuldades, conseguiu manter Sabará em funcionamento. Citou um motivo de orgulho para a administração que foi ter conseguido manter em dia o pagamento do funcionalismo público e de fornecedores.

Para Wander Borges, a reeleição veio carregada com grande dificuldade, não só para Sabará, mas em todo Brasil. Ele citou um fato considerado preponderante e que trouxe um nível de dificuldade, que foi a dívida do Governo do Estado com os municípios. “A dívida com Sabará chegou a quase 50 milhões de reais a partir de 2017 e 2018. Tivemos que ajuizar uma ação junto ao Estado para recebermos o valor”. Simultaneamente segundo Borges, outros problemas políticos na esfera federal refletiram nos municípios brasileiros. Em 2020, Sabará foi acometida pela enchente que devastou parte da cidade, e, logo após, a pandemia do novo coronavírus. “No que se refere a quantia de 50 milhões, esse valor seria empregado em melhorias na cidade e também gastos na área da saúde. Recebemos parte do repasse e o Estado parcelou o restante, estamos recebemos a prestação”, explicou o prefeito.

Wander Borges destacou algumas melhorias para a cidade realizadas em seu último mandato.

Obras

De acordo com o chefe do Executivo, mesmo com tantas dificuldades a Prefeitura conseguiu realizar grandes obras para a população: a via Borba Gato, que foi toda restaurada e revitalizada com iluminação de led, o local transita em média de 18 a 20 mil pessoas por dia, a iluminação da rodovia MGC-262, que liga Sabará a Belo Horizonte; o Complexo Viário de General Carneiro; o Complexo Viário do bairro Paciência; organização dos distritos industriais de Sabará - Fátima e de Marzagão (ao lado do Cemitério Terra Santa, que há grande expectativa de, futuramente, gerar emprego e renda ao município). Para o novo mandato Borges quer entregar, no primeiro semestre, o Centro Administrativo, no antigo Largo do Marquês, onde abrigará secretarias para atender melhor a população, e outras obras que não puderam ser concluídas anteriormente.

Saúde

Wander Borges disse que ainda há muito por fazer para que os sabarenses tenham um serviço de saúde de qualidade. Mas destacou como um grande desafio e uma conquista importante, a implantação do Samu (um desejo antigo da população). Conseguiu também organizar e reduzir as filas para cirurgias, principalmente as oftalmológicas e aumentou a capacidade de atendimento na UPA.

Educação

Na área da educação o destaque foi para o crescimento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica -IDEB em Sabará. A prefeitura investiu, também, na capacitação e aperfeiçoamento dos servidores efetivos, disponibilizando cursos de pós-graduação em Gestão Pública.

Lazer e cultura

A prefeitura também revitalizou campos de futebol da cidade, reformando vestuários e outras melhorias, pois, muitos campos foram inundados pela enchente do início do ano. Outras importantes obras foram entregues aos sabarenses, como a revitalização do prédio da prefeitura; a reforma do Teatro Municipal e do Cine Bandeirante, locais de valor histórico e cultural inestimáveis.

Geração de emprego e renda

Com a união de esforços, a Prefeitura conseguiu levar para Sabará uma filial da rede atacadista Villefort, que está sendo construída onde funcionava o Motel Green Park, no trevo Sabará/Belo Horizonte. Com investimentos de R$ 42 milhões, a unidade gerará mais de 700 empregos em Sabará.

Perguntado o que os sabarenses podem esperar do prefeito para os próximos quatro anos, Borges respondeu que quer, “a partir de janeiro, dar a oportunidade de estar mais próximo do cidadão, ouvir as necessidades e no que interfere diretamente na vida da população”.

Escola Estadual Paula Rocha

O imóvel histórico está localizado numa área tombada de Sabará e as obras estão em andamento sob acompanhamento da Prefeitura. Como a reforma e restauração do imóvel são de responsabilidade do Estado, a Folha de Sabará entrou em contato com a Secretaria de Estado de Educação, e em nota, o órgão informou que houve a necessidade de adequação do cronograma da realização da mesma em razão da pandemia da Covid-19. E que a previsão é de que a obra esteja concluída em julho de 2021. Em conversa com o prefeito, Borges disse que está aguardando a entrega da obra para discutir com a comunidade e o Governo do Estado o que será feito com a Escola Paula Rocha, uma vez que, a decisão do retorno das aulas é de responsabilidade do Estado.

POLÍTICA
13 DE NOVEMBRO DE 2020
1º turno é no próximo domingo
29 DE JUNHO DE 2020
Por onde andam os vereadores?
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados