QUARTA-FEIRA, 02 DE DEZ DE 2020
Untitled Document
NOTICIÁRIO - GERAIS
13 DE NOVEMBRO DE 2020
Município está na onda verde do Minas Consciente

Essa fase possibilita a abertura de serviços não essenciais, incluindo a realização de shows e música ao vivo em bares e restaurantes

ASabará avançou para a onda verde do Minas Consciente – plano elaborado pelo Governo de Minas para garantir a retomada segura e gradual da economia nos municípios. Nesta fase estão permitidas atividades artísticas, como produção teatral, musical e de dança e circo; cinemas, bibliotecas, museus, arquivos; parques, zoológicos e jardins; feiras, congressos, exposições, filmagens de festas, casas de festas, bufê; parques de diversão, discotecas, boliches, sinuca; bares com entretenimento (shows e espetáculos);serviços de colocação de piercings e tatuagens. Para avançar para a onda verde, as cidades precisam estar há 28 dias consecutivos na onda amarela, sem sofrer retrocessos durante esse período. A progressão de fase foi publica da no Diário Oficial no dia 15 de outubro. Apesar deste avanço o uso de máscara e a higienização das mãos e uso de álcool em gel são obrigatórios para barrar a transmissão do vírus. Com bares e restaurantes abertos e a realização de shows e músicas ao vivo é necessário redobrar os cuidados. A pandemia não acabou. É fundamental que todos tenham responsabilidade para que uma segunda onda do coronavírus não atinja o município.

Cenário da Covid

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado em 09/11, Sabará registra 1.463 casos confirmados, 1.138 recuperados e 64 óbitos. Em Minas Gerais, no boletim da SES -MG, em 10/11, foram registrados 372.482 casos confirmados da doença, 9.204 óbitos e 343.728 pessoas foram recuperadas.

Esperança

No início de novembro pesquisadores da Fundação Ezequiel Dias (Funed) começaram a imunização de cavalos para a produção de soro contra o coronavírus. A finalização de lotes-pilotos com 5 mil ampolas para estudos clínicos está prevista para janeiro de 2021. O soro para o tratamento da covid-19 é desenvolvido a partir de anticorpos de cavalos imunizados pelo vírus inativado SARS-CoV-2. Segundo a Funed, a utilização do soro será restrita ao ambiente hospitalar a partir de prescrição médica. “Enquanto não há tratamentos antivirais específicos e vacinas aprovadas, o desenvolvimento do soro deve ser considerado uma opção para o tratamento da infecção”, diz Sérgio Caldas - chefe do Laboratório de Biotecnologia e Saúde da Funed e coordenador da pesquisa para o desenvolvimento do soro anti-covid-19.

Investimento

O projeto da produção de soro foi aprovado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig). A Funed recebeu uma verba de R$ 213 mil que estão sendo aplicados nas etapas de imunização e desenvolvimento do soro. O Governo de Minas vai custear a produção dos lotes-pilotos. O valor do investimento não foi divulgado.

**Com informações da

Agência Minas.

GERAIS
05 DE FEVEREIRO DE 2020
Um mar de lama
27 DE ABRIL DE 2015
Rede Sindijori de Comunicação
18 DE OUTUBRO DE 2016
19 DE JUNHO DE 2019
REDE DE NOTÍCIAS SINDIJORI
15 DE JULHO DE 2020
SABARÁ TERÁ FESTIVAL VIRTUAL
02 DE MARÇO DE 2020
Rede de Notícias do Sindijori MG
29 DE JUNHO DE 2020
Bem-vindo a Sabará
28 DE SETEMBRO DE 2020
Não recebeu o CRLV 2020?
01 DE OUTUBRO DE 2020
Rede de Notícias Sindijori | MG
21 DE OUTUBRO DE 2020
Vai uma vírgula aí?
07 DE MAIO DE 2020
Prazo para pagamento do IPVA
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados