QUINTA-FEIRA, 12 DE DEZ DE 2019
Untitled Document
NOTICIÁRIO - GERAIS
30 DE SETEMBRO DE 2019
Moradores reclamam de vistorias da Cemig

A redação da Folha de Sabará recebeu nos últimos dias diversas reclamações de sabarenses sobre a visita sem aviso prévio de funcionários da Cemig para realização de vistorias. Os moradores alegam que mesmo com as contas em dia foram ameaçados de terem sua energia elétrica cortada caso não recebessem os agentes da Cemig.

Além disso, os cidadãos reclamam da falta de educação desses profissionais e temem pela ação de criminosos que se passam por agentes da Cemig. A equipe da Folha entrou em contato com a estatal e esclareceu essas dúvidas.

De acordo com a Cemig, independente dos clientes da companhia solicitarem algum atendimento que exija visita técnica, alguns serviços podem ser expedidos de acordo com a necessidade da empresa. Inspeções no padrão de entrada, troca de medidor, substituição do ramal de ligação, entre outros serviços, são procedimentos comuns e previstos pela Resolução Normativa 414 da Aneel, que estabelece as condições gerais de fornecimento de energia elétrica, e cujas disposições devem ser observadas pelas distribuidoras e consumidores.

Segundo Elieser Francisco Correa, gerente de Comunicação e Marketing da Cemig, é obrigação do cliente facilitar o acesso à mediação, e o impedimento pode acarretar, inclusive, a interrupção no fornecimento. “A Resolução Normativa 4141 da Aneel é bem clara nesta questão: é obrigação do cliente manter a medição em bom estado, sem qualquer tipo de impedimento e com acesso livre para que agentes da companhia possam realizar serviços de leitura, manutenção e inspeção dos componentes da medição”, explica Elieser Correa.

Além disso, “caso haja o impedimento do acesso à medição da unidade consumidora, por parte do cliente, o fornecimento da energia poderá ser suspenso até que a Cemig possa executar o serviço”, completa.

Atenção

Golpes

Mas a Cemig alerta: golpistas vêm tentando se passar por profissionais a serviço da empresa, utilizando uniformes parecidos com os originais, buscando acesso facilitado às residências. Portanto, é muito importante que o cliente fique atento a algumas recomendações e procedimentos que podem ser utilizados para se evitar golpes.

Nesse tipo de ação criminosa, moradores são abordados em suas residências por pessoas que se identificam como empregados e/ou credenciados pela Cemig para prestação de serviço. Vale ressaltar que o acesso do colaborador ou prestador de serviço da Cemig está restrito ao medidor de energia elétrica.

Elieser explica que, sempre que receber a visita de algum técnico da Cemig ou a serviço da empresa, o cliente deve exigir a identificação do profissional. “Todos os empregados da Companhia ou de empreiteiras contratadas usam crachá de identificação e uniforme. Se ainda assim, após a identificação, o cliente permanecer com dúvidas a respeito da identidade da pessoa, recomendamos que ele ligue para o Fale com a Cemig, no número 116, e verifique a autenticidade da identidade ou confirme o serviço a ser realizado”, salienta o gerente da Cemig.

A Cemig destaca também que, em nenhuma circunstância seus empregados ou prestadores de serviço recebem, no ato de qualquer visita técnica, dinheiro ou outros valores do consumidor a título de remuneração por serviços, taxa de visita, uso de material ou instalação de equipamento. Todas as taxas de serviço da Companhia são cobradas e detalhadas na conta de energia elétrica. Além disso, caso o morador se sinta constrangido com a forma de tratamento do empregado da Cemig ele pode ligar a qualquer hora no telefone 116 (funciona 24 horas) ou de segunda a sexta (horário comercial) no telefone da Ouvidoria da Cemig, que é o 0800 728 3838.

Algumas dicas para evitar golpes:

• O pagamento referente ao serviço de fornecimento de energia elétrica é realizado exclusivamente via conta de energia. Sendo assim, não há outra forma de cobrança, como depósitos, transferências ou pagamentos em dinheiro durante ou após atendimento.

• Em atendimento, todos os colaboradores e prestadores de serviço devem usar uniformes-padrão com identificação da empresa, veículos igualmente identificados e crachá. Qualquer dúvida, o cliente de ligar para o telefone 116.

• A Cemig não realiza serviços que exigem depósito/transferência prévia em conta bancária ou dinheiro em espécie. As cobranças são realizadas somente via fatura de energia.

GERAIS
27 DE NOVEMBRO DE 2019
Rede de Notícias do Sindijori MG
27 DE ABRIL DE 2015
Rede Sindijori de Comunicação
18 DE OUTUBRO DE 2016
19 DE JUNHO DE 2019
REDE DE NOTÍCIAS SINDIJORI
30 DE SETEMBRO DE 2019
Rodada Empresarial IFMG
28 DE DEZEMBRO DE 2018
“Um olhar para o próximo”
04 DE OUTUBRO DE 2019
Planejamento sucessório em debate
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados