SEGUNDA-FEIRA, 18 DE JUN DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - MEIO AMBIENTE
07 DE JUNHO DE 2018
“Acabe Com a Poluição Plástica”

Empresa sabarense é destaque no município em reciclagem de embalagens plásticas

O Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho, tem como tema deste ano o poluição plástica. A ONU Meio Ambiente faz um chamado aos governos, às indústrias, às comunidades e aos indivíduos a se unirem no intuito de promoverem alternativas sustentáveis e para reduzirem, de forma urgente, a produção e o uso excessivo de plásticos de uso único, que poluem nossos oceanos, prejudicando a vida marinha e ameaçando a saúde humana.

O objetivo da discussão é procurar soluções para a questão do excesso de plástico que é utilizado pela comunidade e descartado na natureza. Na última década, a humanidade produziu mais plástico do que em todo o século passado. A cada minuto, são compradas 1 milhão de garrafas plásticas.

Metade do plástico consumido pelos humanos é de uso descartável, sendo usado apenas uma vez, como os copinhos de plástico, por exemplo.Todos os anos, pelo menos 8 milhões de toneladas de plástico vão parar nos oceanos, o equivalente a um caminhão de lixo despejado nos mares a cada minuto.

Não precisa nem dizer como o aumento da presença do plástico nos oceanos é nocivo. Pedaços maiores podem estrangular animais (como focas e leões marinhos); enquanto os plásticos menores podem ser ingeridos por peixes – que se tornam alimentos para outros animais da cadeia alimentar, inclusive os seres humanos. Por conta dos diferentes produtos químicos que compõem sua fabricação, a presença desses materiais aumenta ainda mais os desequilíbrios ambientais.

Estudo divulgado em 2016 pelo Fórum Econômico Mundial de Davos afirmou que até 2050 os oceanos terão mais pedaços de plástico do que de peixes. De acordo com estudos, esses materiais levam ao menos 450 anos para serem totalmente decompostos.

Contribuindo com

o meio ambiente

A maioria das pessoas não importa com a questão ambiental, por isso o consumo de plástico é tão alto, mas em Sabará uma empresa trabalha há quase 20 anos com o objetivo de reciclar o plástico evitando a poluição plástica no meio ambiente.

A EcotecPetbras, localizada no Arraial Velho, começou em 1999. A ideia era reciclar garrafas, mas em pouco tempo a empresa viu que não seria viável, pois o custo era muito alto. Leonardo Teixeira Reis, atualmente, um dos responsáveis pela empresa, decidiu fechar o negócio que foi idealizado por seu pai. Mas como já tinham o equipamento começaram a prestar serviço para a Prefeitura de Belo Horizonte, venceram as licitações e trabalharam por quase dois anos para o Executivo da capital.

Em 2001, a empresa foi aberta novamente, a Ecotec passou a moer plástico duro, utilizado em baldes e embalagens diversas. Após um tempo, perceberam que também não seria tão lucrativo. Passaram então a vender granulado, que é o plástico já derretido e transformado em pequenos grãos, mas para investir nesse negócio foi preciso vender um apartamento e comprar os equipamentos. Durante um tempo deu certo, mas depois teve que mudar o rumo novamente.

Em 2008, finalmente a empresa firmou, os empresários decidiram investir em plástico fino, utilizado em sacolinhas plásticas, embalagens de alimento, como arroz e feijão, de colchões, de eletrodomésticos e outros.

Essas sacolinhas de supermercado são feitas de matéria virgem, ou seja, que tem sua origem da substância nafta que é extraída do petróleo. A empresa compra esse material que já foi utilizado, passa por um detalhado processo e o transforma em sacolas ecológicas e sacos de lixo que são colocadas no mercado novamente.

As embalagens plásticas são lavadas, secadas, trituradas, derretidas, granuladas e transformadas em bobinas e finalmente são cortadas, transformadas em novas embalagens que após utilizadas ainda podem retornar ao processo, evitando que seja descartada na natureza. Logo, a Ecotec compreende duas indústrias; de reciclagem e embalagem.

Leonardo destaca que dessa forma está contribuindo com o meio ambiente. “Nós não estamos extraindo matéria virgem. Pelo contrário, estamos pegando um material que seria descartado no aterro sanitário ou no mar prejudicando a vida marinha, e reutilizando aquele plástico que ainda poderá ser reutilizado infinitas vezes”, ressalta.

Além de beneficiar o meio ambiente, a empresa gera renda e emprego. Atualmente, a Ecotec conta com cerca de 70 funcionários e o trabalho realizado pela empresa gera renda para centenas de pessoas que trabalham com a reciclagem. “Tem um número incontável de pessoas que acordam cedo para catar plástico e outros produtos recicláveis, todas as pessoas são beneficiadas por empresas como a nossa que trabalham com a reciclagem”, destaca

A Ecotec compra o material de atacadistas que por sua vez compram dos catadores de material reciclado. O material feito pela empresa também é vendido para atacadistas que fazem a distribuição desse produto para diversos comércios.

Incentivo para a reciclagem

Com vasta experiência em reciclagem, Leonardo acredita que a melhor maneira de incentivar a reciclagem é beneficiar as pessoas de alguma forma. “Acredito que temos que mostrar para pessoas que o material reciclável tem valor, só assim que vai funcionar, porque a gente só faz as coisas movidas pelo dinheiro. Por exemplo, se a gente falar vamos fazer uma coleta seletiva aqui no condomínio Mangueiras que tem 20 prédios. Vamos arrecadar R$ 3 mil por mês, diminuindo o custo da água, seria uma maneira. Então, infelizmente nós temos que conscientizar dizendo que vale dinheiro, que tem valor”, destaca.

Ele afirma que o povo brasileiro não tem o hábito e a cultura de reciclar. “No Brasil nós fazemos reciclagem para a sobrevivência, não é por consciência. As indústrias, por exemplo, são obrigadas a reciclar, por isso que reciclam. É lei! Já a população recicla por causa da miséria”, diz.

Em relação à classe política, Leonardo afirma que leis poderiam ser criadas incentivando à população a reciclar e oferecendo o serviço de coleta seletiva.

MEIO AMBIENTE
08 DE FEVEREIRO DE 2018
Alerta em períodos chuvosos
08 DE FEVEREIRO DE 2018
29 DE MARÇO DE 2018
Vizinhos do Aterro
06 DE OUTUBRO DE 2017
Horário de Verão será mantido
02 DE ABRIL DE 2018
Outdoor por todas as partes
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados