SEXTA-FEIRA, 23 DE FEV DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - POLÍCIA
08 DE FEVEREIRO DE 2018
Jovem fica em estado grave de saúde após ser agredido durante pré-carnaval em Nações Unidas

Família alega que a agressão foi cometida por um policial militar

No último domingo, 4, um jovem foi gravemente ferido após uma confusão que aconteceu durante o Pré-carnaval em Nações Unidas. Segundo denúncia de familiares no facebook, Denner de Oliveira Ramos, 23, teria sido agredido por um policial com um golpe de cassetete na nuca. Após o golpe o rapaz já teria caído inconsciente no chão.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, após muitas horas de festa, uma confusão generalizada começou, policiais presentes conseguiram conter os ânimos das pessoas envolvidas e apartar a briga. Em seguida, a música foi desligada com o objetivo de finalizar o evento, no entanto um indivíduo ligou uma caixa de som e a festa recomeçou. Nesse momento os policiais pediram que o som fosse desligado, iniciando um novo conflito, agora, entre a população e os policiais, com o uso da cavalaria a população se dispersou.

Os policiais então foram para as ruas laterais ao evento e avistaram mais uma briga, para dispersar os envolvidos, os militares fizeram uso de bastão de madeira (cassetete), nessa hora os envolvidos e os que estavam próximos correram em direções diversas. De acordo com o que foi relatado no boletim de ocorrência da Policia Militar, nesse momento o jovem Denner teria caído na rua Inglaterra e batido com a cabeça no chão, o que teria contribuído para a queda seria o fato da rua ser íngreme e do jovem estar sobre efeito de álcool.

Uma testemunha que acompanhava Denner durante a festa afirmou que o amigo havia bebido e que no momento da confusão já estava indo embora para casa com Denner. Segundo o que foi relatado no boletim de ocorrência, o rapaz afirma que não presenciou policiais fazendo abordagem de forma fidedigna, “apenas viu um policial fazendo um movimento com um bastão de madeira e Denner ser lançado ao solo. A testemunha viu ainda o momento em que Denner caiu e bateu com a cabeça no chão”, relatou no boletim de ocorrência.

A Polícia Militar prestou socorro à vitima e a encaminhou para a UPA, em seguida o jovem foi levado ao João XXIII. De acordo com o que os familiares postaram nas redes sociais, o laudo médico constatou hemorragia cerebral. Ele se encontra internado no CTI do Hospital João XXIII.

Estavam atuando no evento policiais do 61º Batalhão de Sabará, da Cavalaria e da Companhia de Policiamento Especializado de Lagoa de Santa.

O comandante do 61º Batalhão, tenente-coronel Mauro Lúcio, informa que não chegou à Policia Militar nenhuma denúncia formal, o único relato é o que consta no Boletim de Ocorrência. Ele aconselha à família a formalizar a denúncia, para que possa ser aberta uma apuração dos fatos. Ele informa ainda que podem ser apresentadas testemunhas e imagens do ocorrido, caso hajam, já que a imagem é uma prova contundente.

Após a denúncia, ele diz que será feita uma apuração e se preciso abrirá um inquérito para que o caso seja investigado. Ele ressalta que a Polícia Militar não compactua com qualquer tipo de ação arbitraria, abuso de autoridade ou técnicas não treinadas que podem levar a esse tipo de ocorrência.

A Polícia Civil teve acesso às imagens que foram gravadas por câmeras de segurança próximas ao ocorrido e está investigando o caso.

A denúncia pode ser feita no 61º Batalhão da Polícia Militar, em Sabará, localizado na Praça Getúlio Vargas, Siderúrgica; na Corregedoria da Policia Militar, Rua Rio de Janeiro – 471- Centro- Belo Horizonte ou na Ouvidoria Geral do Estado.

POLÍCIA
18 DE JULHO DE 2017
PROERD forma 900 alunos
14 DE NOVEMBRO DE 2017
Segurança Pública em Sabará
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados