SÁBADO, 15 DE DEZ DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - EDUCAÇÃO
21 DE NOVEMBRO DE 2017
Projeto ambiental da nova utilidade para o papel

Alunos do ensino médio da Escola Estadual General Carneiro ficaram em segundo lugar no concurso sócio ambiental promovido pela Escola Superior Dom Helder Câmara.

O projeto desenvolvido pelos alunos sob a coordenação do professor de química Diógenes Mendes Kretli que levou o nome de Papelecos do General teve como objetivo conscientizar a comunidade escolar a respeito do desperdício de papel que acontece em sala de aula. De acordo com o professor, eles constataram que em um dia são jogados no lixo quase três cadernos inteiros.

Todos os papeis descartados durante o ano foram recolhidos e no final os alunos transformaram os papeis em placas e construíram um armário, totalmente feito de papel, que será utilizado na sala de aula. O objetivo, segundo o professor, é que outros armários sejam construídos para serem colocado na sala de aula para guardar os livros dos alunos.

O professor explica que com o projeto os alunos puderam perceber a importância da redução de resíduos, da redução de geração de resíduos e principalmente da reciclagem e do reaproveitamento. “Com os papeis que foram coletados, provamos que o reaproveitamento de resíduos, podem ser transformados em artes e artigos diversos, como por exemplo, o armário para salas de aulas, que construímos como referência”, afirmou Diógenes.

O evento de premiação foi uma caminhada da Praça da Liberdade a Praça da Assembleia, em Belo Horizonte, com a presença das 29 escolas participantes, todos da capital, sendo a Escola Estadual General Carneiro a única de ensino médio a ter essa parceria com a Escola Superior Dom Helder Câmara, fora dos limites do município de Belo Horizonte.

A parceria existe desde 2011 e todos os anos os alunos do ensino médio desenvolve projetos sócio-ambientais, sempre sob a coordenação do professor Diógenes, que participam do concurso promovido pela Dom Helder. A Faculdade oferece para os alunos participantes 50% de bolsa na instituição, então quando saírem do ensino médio, pelo menos parte do ensino superior está garantida.

EDUCAÇÃO
11 DE MAIO DE 2015
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados