QUARTA-FEIRA, 14 DE NOV DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - MEIO AMBIENTE
06 DE OUTUBRO DE 2017
Horário de Verão será mantido

Para a alegria daqueles que adoram e a tristeza daqueles que odeiam, o horário de verão será mantido em 2017.

O fim do horário de verão chegou a ser cogitado pelo governo depois que um estudo do Ministério de Minas e Energia apontou queda na efetividade do programa, já que o perfil de consumo de eletricidade não está mais diretamente ligado ao horário e sim à temperatura, com picos de consumo nas horas mais quentes do dia.

Entretanto, o país passa por mais um ano de chuvas fracas que reduziram o armazenamento de água nas represas das hidrelétricas e o governo vem adotando medidas para garantir a oferta de eletricidade, entre elas o aumento da importação de energia do Uruguai e início da importação da Argentina.

Diante desse quadro, mesmo que pequena, a economia de energia proporcionada pelo horário de verão pode ajudar o sistema elétrico nacional.

O Ministério de Minas e Energia informou que, para 2018, o governo deve fazer uma pesquisa para decidir se mantém ou não o horário diferenciado nos próximos anos.

Horário de verão em 2017

• Início - 0h de 15 de outubro (relógios são adiantados em 1 hora)

• Fim - 0h de 18 de fevereiro (relógios são atrasados em 1 hora)

Desde 2008, o horário especial vigora até o terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte, que em 2018 será no dia 19 de fevereiro, quando os relógios serão atrasados em 1 hora.

No Brasil, o horário de verão foi instituído pela primeira vez no verão de 1931/1932, pelo então Presidente Getúlio Vargas. Sua versão de estreia durou quase seis meses, vigorando de 3 de outubro de 1931 a 31 de março de 1932.

No verão seguinte, a medida foi novamente adotada, mas, depois, começou a ser em períodos não consecutivos. Primeiro, entre 1949 e 1953, depois, de 1963 a 1968, voltando em 1985 até agora.

O período de vigência do horário de verão é variável, mas, em média, dura 120 dias. Em 2008, o horário de verão passou a ter caráter permanente.

Anualmente o consumo de energia cai cerca de 0,5% durante a vigência do horário diferenciado.

Fonte: G1

MEIO AMBIENTE
08 DE FEVEREIRO DE 2018
Alerta em períodos chuvosos
08 DE FEVEREIRO DE 2018
29 DE MARÇO DE 2018
Vizinhos do Aterro
02 DE ABRIL DE 2018
Outdoor por todas as partes
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados