SEGUNDA-FEIRA, 24 DE SET DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - GERAIS
29 DE AGOSTO DE 2017
Aprovados no concurso da Prefeitura aguardam homologação

Várias pessoas que passaram no último concurso da Prefeitura Municipal de Sabará aguardam ansiosamente a sua homologação, para que possam finalmente assumir o cargo que conquistaram.

O concurso público ofereceu 642 vagas em diversos cargos para todos os níveis de escolaridade. As provas foram realizadas nos dias 29 de janeiro e 5 de fevereiro de 2017. O resultado final com a lista dos aprovados só foi publicada em 15 de maio, três meses se passaram e aqueles que passaram se perguntam quando serão chamados.

É o caso de um futuro servidor que passou em primeiro lugar na área em que disputou, mas prefere não se identificar. Ele diz que está extremamente difícil conseguir informações tanto pela Prefeitura, quanto pelo Tribunal de Contas. “A Prefeitura só fez uma nota oficial depois de muita pressão dos candidatos. O processo está muito demorado e fica a ansiedade. Queremos apenas a homologação do concurso, para adquirir o direito de tomarmos posse”, ressalta.

O candidato afirma ainda que tem muita gente desempregada o que deixa as pessoas ainda mais ansiosas. “ Vejo muitos esperançosos em sair do desemprego. E claro, merecem, pois conquistaram essa vaga com muito esforço . Acho que a Prefeitura deveria dar mais atenção ao futuros servidores. Postar informações diariamente, mesmo que não haja muita novidade. Dizer se entrou em contato com o TCE, se os seus advogados estão empenhados. Mas falta informações da Prefeitura e agora principalmente do TCE”, destaca.

Outra candidata que aguarda ansiosa a homologação do concurso é a dentista Raphaella Velloso. Ela diz que a expectativa tem sido grande, pois foi aprovada dentro das vagas e com os boatos que surgiram a respeito de um possível cancelamento do concurso, ficou bastante apreensiva. “A falta de notícias e esclarecimentos me deixaram ainda mais ansiosa. Tanto que moro a 270 km de Belo Horizonte e fui até o TCE buscar informações sobre o andamento do processo, pois estavam especulando a falta de interesse da Prefeitura de Sabará em resolver logo a questão”, conta.

Raphaella afirma que pôde constatar no TCE, após ter acesso ao processo e defesa apresentada pela Prefeitura frente às irregularidades, que o Executivo tem se empenhado para resolver a situação. “Pude perceber que não há má vontade da prefeitura em relação à homologação. A defesa foi bem embasada e frisando interesse em se esclarecer tudo o mais rápido possível para que o concurso possa seguir o processo natural e seja homologado”, ressalta. Após a consulta a dentista afirma estar mais aliviada e confiante e, acredita que pelo concurso ter sido feito por uma grande empresa como a Consulplan, será concluído da melhor forma possível.

Entramos em contato com a prefeitura mais de uma vez e questionamos sobre o processo do concurso, estendemos o prazo para a resposta, mas até o fechamento dessa edição não tivemos resposta.

Por isso divulgaremos no quador abaixo apenas a nota publicada no site da Prefeitura, citada pelo candidato, onde o órgão esclarece o andamento do processo.

“Sobre o Concurso Público a que se refere o Edital 01/2016, acerca dos atos praticados pela gestão passada (2016), cabe à Prefeitura Municipal esclarecer o seguinte:

1. Em 29 de maio de 2017, o Ministério Público de Contas do Estado de Minas Gerais solicitou o encaminhamento de legislação e dos esclarecimentos discriminados em relatório elaborado pela equipe técnica do órgão.

2. Após prestadas as devidas informações pela Administração Municipal, os técnicos do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais – TCE/MG avalizaram as condicionantes e os ditames constitucionais e legais do processo.

3. Em 21 de junho de 2017, o TCE/MG encaminhou documento à Prefeitura solicitando justificativas acerca de novos aditamentos apresentados pelo Ministério Público de Contas no dia 06 de junho de 2017.

4. Prontamente a atual gestão apresentou, nos termos da lei, as alegações sobre alguns temas, como a publicidade dos atos do concurso, a comprovação da isenção da condição de hipossuficiência, as provas práticas para alguns cargos, a restrição para aplicação da prova de aptidão, a exigência de cópias reprográficas autenticadas, o modo de interposição de recursos e o prazo para recursos.

5. O processo junto ao Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais está registrado sob o n° 1007737.

6. Contudo, neste momento, a Prefeitura Municipal aguarda análise documental por parte do Tribunal de Contas para, enfim, efetivar a homologação que deverá ser referendada pelo próprio TCE/MG.”

GERAIS
08 DE FEVEREIRO DE 2018
TÁ TUDO ERRADO
27 DE ABRIL DE 2015
Rede Sindijori de Comunicação
18 DE OUTUBRO DE 2016
31 DE OUTUBRO DE 2017
Uma tradição milenar
21 DE NOVEMBRO DE 2017
Quanto custa morrer?
03 DE JANEIRO DE 2018
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados