SEGUNDA-FEIRA, 24 DE SET DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - GERAIS
29 DE AGOSTO DE 2017
Romance em contos

Sabará é uma terra rica para conceber escritores, ás vezes não é preciso nem mesmo que esse nasça por aqui, a cidade não precisa ser a mãe biológica do escritor, basta que o adote para que a energia seja repassada e surja mais um apaixonado pelas letras. Foi assim com o biólogo e escritor Fernando Amaral da Silveira que nasceu em Belo Horizonte, mas adotou Sabará como sua morada, talvez influenciado pelos pais que moram na cidade há mais de 15 anos, mas frequentam Sabará há mais de 50 anos.

Fernando acaba de lançar seu primeiro livro: “Encruzilhadas- Contos Concatenados ou Um Romance em Mosaico”, pela Editora Crivo. Os contos são narrados na primeira pessoa pelo personagem Adolfo que, após uma paixão mal resolvida, encontra-e numa encruzilhada e resolve deixar a cidade grande e voltar para suas origens, uma pequena cidade do interior, onde reencontra seu passado e vive, além das memórias de sua juventude, o reencontro com personagens pitorescos, acontecimentos inusitados e, finalmente, um novo amor que o leva a uma nova encruzilhada.

A literatura e a escrita é algo que acompanha Fernando desde criança. Ele diz que desde muito cedo foi encorajado a ler por influência de seus pais. “Li muito durante minha infância e juventude. Sem dúvida nenhuma, isto foi um fato muito importante para que o desejo de escrever aflorasse em mim”, conta.

O escritor diz que começou a escrever aos 14 anos e, curiosamente, começou tentando escrever poesia. “Até os 30 anos de idade, mais ou menos, só escrevi poemas. Neste período, eu cheguei a fazer muitas anotações, também, para alguns romances que nunca cheguei a desenvolver”, diz.

A prosa chegou para Fernando só a partir dos 30 anos quando já estava nos Estados Unidos fazendo doutorado em Ciências Biológicas. “Primeiro comecei com crônicas, depois contos e mais recentemente, romances”.

Em relação ao livro, Fernando diz que não havia tomado a decisão de escrever um romance, mas inicialmente tinha sido idealizado como um livro de contos. “Logo que comecei a escrevê-lo, tive a ideia de fazer todos os contos girando em torno de um mesmo personagem principal, com outros personagens transitando de um conto para outro, num mesmo 'cenário'. Acabei dando aos contos uma ordem cronológica e, com isto, embora eles sejam independentes uns dos outros, se lidos na sequência, contam uma história, como num romance. Ele, então, virou um livro híbrido, num formato diferente que tem agradado muito aos leitores”, diz.

O “Encruzilhada – Contos concatenados ou um Romance em Mosaico” tem um enredo intimista, que explora olhar de um homem recém chegado à idade madura sobre o mundo à sua volta e seus conflitos pessoais entre duas decisões importantes que ele tem que tomar, envolvendo sua vida sentimental e profissional – as “encruzilhadas”.

Apesar de ser seu primeiro romance, Fernando já tem intimidade com a literatura, doutor em Ciências Biológicas e professor do ICB – Instituto de Ciências Biológicas da UFMG, o biólogo já tem várias publicações na área da ciência, entre elas o livro; “ Abelhas Brasileiras: Sistemática e Identificação, escrito em parceria com os biólogos Eduardo Almeida e Gabriel Melo.

Quem se interessou pelo livro pode obter mais informações pelo site: https://fasilveira00.wixsite.com/encruzilhadas

GERAIS
08 DE FEVEREIRO DE 2018
TÁ TUDO ERRADO
27 DE ABRIL DE 2015
Rede Sindijori de Comunicação
18 DE OUTUBRO DE 2016
31 DE OUTUBRO DE 2017
Uma tradição milenar
21 DE NOVEMBRO DE 2017
Quanto custa morrer?
03 DE JANEIRO DE 2018
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados