DOMINGO, 22 DE OUT DE 2017
Untitled Document
NOTICIÁRIO - EDUCAÇÃO
08 DE AGOSTO DE 2017
Projeto do Sesi/Senai Sabará ganha ouro na 18ª UFMG Jovem

Prótese canina em impressora 3D, o “Canis Solidare”. Esse foi o trabalho apresentado pelos alunos do Sesi/Senai Sabará na 18ª UFMG Jovem.

A UFMG Jovem é uma feira de ciências destinada a professores e alunos das escolas, públicas e privadas, da rede básica de Minas Gerais. O evento tem como objetivo incentivar o intercâmbio de trabalhos técnico-cinetíficos e produções culturais. A feira contribui para estimular o protagonismo juvenil e a prática de projetos na educação básica.

O projeto foi desenvolvido pelos alunos 2º ano do Ensino Médio do SESI e do técnico em Mecânica do SENAI Bárbara Armani, Maria Eduarda Moreira, Pedro Gabriel e Izabella Maiello com a orientação do professor Jardel Marques Fernandes em parceria com o Laboratório Aberto do Senai. O objetivo principal do trabalho era construir na impressora 3D uma prótese ortopédica para cães de pequeno porte facilitando a locomoção no dia a dia. Além disso, era fundamental que o produto fosse de um custo menor que o encontrado no mercado atualmente, proporcionasse de forma prática um cuidado especial com o animal e que o material fosse o mais adequado para a locomoção dos cãezinhos. Todos os objetivos foram alcançados!

Os idealizadores ressaltam que a importância do projeto se da pela melhoria da qualidade de vida de cachorros acidentados que perderam uma ou mais patas, dificultando, assim, sua mobilidade. Além disso, ele favorecerá os donos, pois esses, na maioria das vezes, se veem sem condição para ajudar seus cães nessa situação. Já que as próteses existentes no mercado possuem um custo muito elevado. O valor de uma prótese canina pode variar de acordo com seu material, dimensão e complexidade, uma vez que cada animal pode apresentar um nível diferente de deficiência. A peça que tem pouco menos de 100 gramas confeccionada pelo Laboratório Aberto teve custo calculado em 0,50 centavos por grama de material utilizado na fabricação.

Eles pensaram também nas instituições que abrigam animais que necessitam de próteses.

A peça foi desenvolvida em desenho tridimensional computadorizado utilizando o software solidwork, que auxiliou no dimensionamento da prótese. Após a primeira etapa, o projeto foi enviado para impressão 3D. O material para confecção do equipamento foi o ABS, plástico rígido e leve e que apresenta flexibilidade e resistência na absorção de impacto.

Jardel Marques, orientador do projeto, diz que a intenção dos alunos é proporcionar de uma forma mais humana um cuidado especial com os animais. Além disso, a ideia é promover o acesso de mais pessoas a esse tipo de ferramenta para seus bichos, assim como possibilitar que mais pets tenham a oportunidade de ter melhor qualidade de vida.

EDUCAÇÃO
11 DE MAIO DE 2015
28 DE SETEMBRO DE 2017
Pedalando por uma vida melhor
28 DE SETEMBRO DE 2017
Cantinho do Escritor Sabarense
02 DE DEZEMBRO DE 2016
“Nenhum direito a menos!”
18 DE JULHO DE 2017
Riquezas de nosso patrimônio
31 DE OUTUBRO DE 2016
Pérolas Sabarenses!
28 DE SETEMBRO DE 2017
De portas abertas
06 DE OUTUBRO DE 2017
2ª edição da Ação Promove
03 DE NOVEMBRO DE 2016
“Nunca desisto de um aluno”
31 DE OUTUBRO DE 2016
Sonho quase real!
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados