SEXTA-FEIRA, 15 DE DEZ DE 2017
Untitled Document
NOTICIÁRIO - POLÍTICA
07 DE AGOSTO DE 2017
Escola Estadual Paula Rocha finalmente será restaurada

Governador Fernando Pimentel assina ordem de serviço para o início das obras

O governador Fernando Pimentel assinou na manhã do dia 19 de julho a ordem de serviço para o início das obras da Escola Estadual Paula Rocha. A cerimônia aconteceu na Praça Melo Viana, em Sabará, onde está localizada a edificação de 94 anos que há quase cinco anos foi interditada.

O prefeito Wander Borges ressaltou a importância da escola para a cidade tanto quanto uma instituição educacional como quanto um patrimônio histórico. Ele afirmou que a realização das obras é uma demanda antiga de diferentes setores da sociedade. “Essa questão da obra é uma luta que começou no final de 2012. Durante todos esses anos, a nossa luta junto com a sociedade, com a direção da escola, com os pais e os nossos alunos e as nossas inúmeras idas e vindas ao governo de Estado. Essa obra é da sociedade, e hoje a gente vê realizado um sonho”, disse.

Wander destacou a importância histórica e salientou grandes nomes que passaram pelos bancos da escola como o ministro Sepúlveda Pertence, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, e o desembargador Hélio Costa, ex-membro do Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais.

O prefeito ainda agradeceu ao governador por comparecer à cidade para a assinatura da ordem de serviço.

Fernando Pimentel destacou que desde que assumiu o Governo a reforma da Paula Rocha era uma prioridade, por isso estava incomodado com tantos trâmites, mas salientou que esse é o caminho natural do poder público. A reforma e restauração da Escola foi uma das demandas apresentadas pelos moradores e lideranças de Sabará durante a realização do Fórum Regional Metropolitano. Para o governador, esse mecanismo está dando certo e a população consegue priorizar o que é mais importante. “Nós não temos dinheiro. O Estado está em uma situação orçamentária terrível. Nós herdamos um déficit de R$ 10 bilhões. Estamos diminuindo aos pouquinhos, mas, ainda assim permanece um déficit ainda muito substancial. Então, quem tem pouco dinheiro não pode errar na aplicação do dinheiro e, para não errar, você tem que ouvir a população”, afirmou o governador.

Para concluir, Pimentel disse que quer voltar para a inauguração da obra e pretende fazer uma grande festa com a presença de todos os alunos.

A secretária de Educação do Estado, Macaé Evaristo, afirma que a obra é fundamental. Primeiramente para regularizar a situação dos alunos que se encontram divididos entre outras duas escolas estaduais e também para a preservação de uma escola tão especial para a sociedade sabarense. “A revitalização do prédio é fundamental, pois ele é um símbolo da cidade. Devemos lembrar que a educação do Paula Rocha é de muita qualidade e é muito importante para o desenvolvimento da comunidade de Sabará”, destacou.

A diretora da Escola Estadual Paula Rocha, Fátima Regina, diz estar super feliz, pois finalmente depois de tanta luta, pode comemorar a assinatura da ordem de serviço.

Além dos já citados, compareceram à solenidade os secretários de Estado de Governo, Aldair Cunha, de Obras Públicas, Murilo Valadares, de Cidades e Integração Nacional, Carlos Murta e de Direitos Humanos e Cidadania, Nilmário Miranda. E ainda alguns secretários municipais, o presidente da Câmara de Sabará, Valtair Rodrigues e todos os vereadores. O comandante do 61º Batalhão da Polícia Militar tenente-coronel Mauro Lúcio e o delegado Regional da Polícia Civil de Sabará Paulo Afonso. Os prefeitos de Raposos, Caeté, Taquaraçu de Minas e Bom Jesus do Amparo. E também parte do corpo docente da Escola Estadual Paula Rocha, alunos e vários representantes da sociedade civil.

Obra

O imóvel será reformado e restaurado. Entre as intervenções previstas estão a recuperação de pisos, forros, portas e janelas, e troca de instalações hidráulicas. Ainda haverá a construção de um anexo com 362m² de área construída, implantação de rampa, instalação de plataforma de deslocamento vertical para acessibilidade, sistema de combate e prevenção de incêndio e de proteção contra descargas atmosféricas.

O investimento será de R$3,3 milhões com o início das obras previsto para ainda este mês e conclusão no final de 2019.

Patrimônio

A Escola Estadual Paula Rocha foi fundada no dia 4 de julho de 1907, recebendo a denominação de Grupo Escolar de Sabará. Foi o terceiro grupo a ser criado em Minas Gerais, no Governo João Pinheiro.

Em 1911, passou a chamar Grupo Escolar Paula Rocha, homenagem a Séptimo de Paula Rocha, professor em escolas de Sabará e fiscal do governo federal, além de presidente da Câmara Municipal entre 1910 a 1913.

O Grupo Escolar funcionou como Escola anexa da Antiga Escola Normal Delfim Moreira até 1925, sendo transferido no mesmo ano para um novo prédio, no Largo do Rosário.

O prédio da Escola Estadual Paula Rocha tem arquitetura neoclássica e foi tombado em 1938 pelo Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

POLÍTICA
28 DE DEZEMBRO DE 2016
Eleitos são diplomados
22 DE MARÇO DE 2017
Legislativo está de volta
13 DE NOVEMBRO DE 2017
Menos velocidade e mais SEGURANÇA
08 DE JUNHO DE 2017
Transformando a sociedade
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados