DOMINGO, 23 DE JUL DE 2017
Untitled Document
NOTICIÁRIO - GERAIS
05 DE JULHO DE 2017
Como estão os serviços de resgate em Sabará

A cidade vive há muito carente de serviços de urgência e resgate.

Atualmente, Sabará possui 135 mil habitantes, segundo o IBGE, e não possui o SAMU – Serviço Atendimento Móvel de Urgência. Trata-se de um serviço pré-hospitalar, que visa conectar as vítimas aos recursos que elas necessitam e com a maior brevidade possível.

Nesses casos em nosso município as vítimas são atendidas pelos Bombeiros e desde outubro de 2015 o atendimento tem sido feito também pelo Resgate Aguiar, um serviço independente de atendimento móvel.

Samu

Em 2015, a prefeitura começou uma negociação com o Estado para a implantação do SAMU na cidade. Entramos em contato com o Executivo Municipal para certificarmos de como anda essas negociações, mas não tivemos resposta.

Já a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais, nos informou que as questões que limitam até a presente data a implantação do SAMU 192 Regional Centro, no qual o município de Sabará encontra-se inserido, tem sido objeto prioritário de análise por parte da Secretaria Estadual de Saúde. No momento está em curso um processo ativo de discussão junto ao Consórcio Intermunicipal Aliança, entidade responsável pela gestão do serviço. Foram identificadas pendências de ordem jurídica, técnica e financeiras relacionadas à gestão anterior do respectivo consórcio, o que se mantêm como fato motivador para não conclusão dos repasses dos convênios vigentes anteriormente firmados entre a SES e o referido consórcio.

A Secretaria salienta que o valor financeiro global dos convênios para implantação do SAMU 192 Regional Centro totalizaram R$ 20.332.405,75 tendo sido já repassado ao Consórcio R$18.056.812,50 o que representa 88,8% do valor inicial.

Para finalizar, a Secretaria destaca que não tem medido esforços para efetivar a proposta de implantação do SAMU 192 Regional RAS Centro visando a melhoria do acesso, qualidade e segurança para a população.

Bombeiros

De acordo com a Assessoria de Comunicação do Corpo de Bombeiros, atualmente o Pelotão de Sabará possui em sua sede uma Unidade de Resgate, viatura adquirida este ano, com investimento de R$ 133 mil. Esta viatura é destinada prioritariamente para o atendimento de urgência e emergência ao município de Sabará. Além disso, o Pelotão conta com outras viaturas para atendimento a outros tipos de ocorrência.

Além dessa viatura, de acordo com a demanda, o Pelotão pode receber o reforço de viaturas do 3º Batalhão de Bombeiros, à qual está subordinado, localizado em Belo Horizonte. Dessa forma, de acordo com a demanda, as viaturas dos municípios subordinados ao 3º Batalhão podem reforçar o atendimento entre si.

O Pelotão é responsável pelo atendimento aos municípios de Caeté, Sabará e Taquaraçu de Minas. Ainda segundo a assessoria, o planejamento operacional do Corpo de Bombeiros está adequado para o atendimento às demandas exigidas para a corporação.

De janeiro a abril de 2017, o Pelotão de Sabará atendeu a 793 ocorrências. Em 2016, os atendimentos somaram 2,1 mil ocorrências.

Em 2015, foram adquiridos pelo Corpo de Bombeiros, 163 novas viaturas, com investimento total de R$ 14,5 milhões. Todas as viaturas foram entregues em 2016 e já se incorporaram à frota. A aquisição dos veículos representou um reforço de 15% na frota da corporação que, com a chegada de todas as 163 viaturas, passou a contar com cerca de 1,1 automóveis com idade média de oito anos de uso.

Em 2017, foram entregues 41 viaturas, sendo 38 Unidades de Resgate (ambulâncias) e três Motos Resgate, beneficiando 30 municípios no Estado.

O Corpo de Bombeiros Militar destaca que continua aberto a parcerias com órgãos municipais com o intuito de reforçar a capacidade de resposta à região.

Resgate Aguiar

Há bem pouco tempo, a cidade correu o risco de perder o Resgate Aguiar. Criada em outubro de 2015 pelo socorrista e proprietário da Autoescola Aguiar, Markson Calu Aguiar, o serviço oferece os primeiros socorros às pessoas acidentadas ou vitimadas por qualquer mal e/ou doenças e ainda a locomoção desses pacientes para hospitais.

No fim do mês de maio esse serviço estava prestes a encerrar, Aguiar diz que não conseguia mais se sustentar já que não tinha apoio financeiro de nenhuma instituição seja ela pública ou privada.

Mas no mês de junho o Resgate Aguiar passou a ter o apoio da Prefeitura Municipal que ofereceu a Praça de Esportes para ser montada a base dos serviços. Aguiar afirma que o prefeito está procurando um jeito de contribuir de forma mais efetiva com o Resgate.

O próximo passo para continuar os serviços é transformar o Resgate Aguiar em uma ONG, pois dessa forma poderá receber recursos para manter.

O serviço possui uma ambulância equipada com máscara, oxigênio, maca, prancha e tomadas, o que possibilita manter aparelhos ligados utilizados em uma UTI e conta com 21 profissionais capacitados, são todos bombeiros civis e a equipe possui ainda enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Todos os socorristas trabalham de forma voluntária e se orgulham de oferecer este importante trabalho para a comunidade.

O proprietário agradece a manifestação de apoio de toda população através das redes sociais.

GERAIS
26 DE DEZEMBRO DE 2016
COLUNA MG
05 DE JANEIRO DE 2017
REDE SINDIJORI DE COMUNICAÇÃO
27 DE ABRIL DE 2015
Rede Sindijori de Comunicação
18 DE OUTUBRO DE 2016
20 DE FEVEREIRO DE 2017
Ande de acordo com a lei
01 DE FEVEREIRO DE 2017
REDE SINDIJORI DE COMUNICAÇÃO
22 DE MARÇO DE 2017
Corrente do Bem
17 DE JULHO DE 2017
Mãe Belgo
17 DE JULHO DE 2017
Cultura, diversão e inovação
17 DE JULHO DE 2017
Nova Era: ArcelorMittal
22 DE MARÇO DE 2017
Não existe hora de parar
18 DE JULHO DE 2017
Aluguel sem burocracia
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados