TERÇA-FEIRA, 17 DE JUL DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - EDUCAÇÃO
05 DE JULHO DE 2017
Paula Rocha comemora 110 anos fora de casa

A expectativa é que as reformas da escola comecem no próximo semestre

Na última quinta feira, 22, a Escola Estadual Paula Rocha comemorou 110 anos. Alunos do turno da manhã e da tarde foram para a Praça Melo Viana, durante o período do recreio, acompanhado por seus professores e cantaram os parabéns para a escola centenária. Como toda boa festa teve bolo e muita música com a famosa Fanfarra composta por alunos das Escolas Municipais Aníbal Machado (CAIC) e Adão de Fátima.

Depois de tanto tempo dedicado a educação, a Escola Estadual Paula Rocha, a mais tradicional de Sabará, comemorou mais uma vez seu aniversário “fora de casa”, são quase cinco anos com as portas fechadas, mas a boa notícia é que talvez este seja o último ano que o Parabéns seja cantado na Praça Melo Viana em frente à escola.

O que enche a diretora, professores, alunos e comunidade em geral de esperança é a notícia veiculada no dia 13 de junho no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais informando a contratação da Construtora Gomes Pimentel para assumir a obra.

A licitação ocorreu em 2016, porém a empresa primeira colocada desistiu da reforma e, em função disso, houve um esforço coletivo para contratação da segunda classificada no certame. A publicação foi encaminhada pelo Departamento de Edificações, Estradas e Rodagens do Estado de Minas Gerais (DEER/MG), que assumiu as atribuições do antigo Departamento de Obras Públicas (DEOP). O valor do objeto é de R$3.333.135,57.

O prefeito Wander Borges esteve na comemoração é destacou que a Prefeitura tem se empenhado junto ao Governo do Estado para que a obra de reforma e restauro se inicie o mais breve possível. O prefeito pontuou que no momento está sendo aguardado apenas a assinatura dos novos contratos e a autorização do Estado para o início da reforma.

A diretora Fátima Regina de Souza disse que agora, finalmente tem a certeza que as obras vão começar no próximo semestre. Ela ressaltou que acertou com a nova construtora que assumiu a reforma e que o apoio do Executivo Municipal foi fundamental, já que mostrou que a luta não é isolada, mas de toda a sociedade. “ Estou com a certeza que começa este ano, a previsão é que fique pronto em um ano, mas se concluírem até o fim do ano que vem, já está excelente”, diz a diretora.

Fátima salientou ainda que não tem muito o que fazer, já que a estrutura do imóvel é muito boa e está bem preservada.

Interdição

A Escola Estadual Paula Rocha foi interditada no fim de 2012, são quase cinco anos com as portas fechadas. Durante todo este tempo seus alunos estão divididos entre as Escolas Estaduais Castelo Branco e Professor Zoroastro Viana Passos.

Muito desses alunos vão passar pela a escola sem nunca ter entrado no prédio original é o caso de Penélope Almeida,14, que está no 9º ano e forma no fim de 2017. A estudante está na escola desde 6º ano, ou seja, há quatro anos e não teve a oportunidade de estudar na sede. Ela diz que tinha vontade de estudar no prédio original e acha que é um absurdo o que está acontecendo, pois já era pra ter reformado há muito tempo.

Já o aluno Mateus Rodrigues, 14, também do 9º, estuda no Paula Rocha desde o 1º ano e passou pelo prédio original. Ele diz que tem muita saudade da escola, mas infelizmente vai formar sem vê-la reformada.

Diego Evangelista Ferreira, 23, teve a sorte de estudar por nove anos no Paula Rocha. Ele se formou em 2012, justamente o ano em que a escola fechou as portas. O agora dançarino, diz que fica muito triste em ver a escola que fez parte de sua vida chegar nessa situação. “É lamentável ver uma ex-casa sua abandonada”, diz.

EDUCAÇÃO
11 DE MAIO DE 2015
28 DE SETEMBRO DE 2017
Pedalando por uma vida melhor
28 DE SETEMBRO DE 2017
Cantinho do Escritor Sabarense
18 DE JULHO DE 2017
Riquezas de nosso patrimônio
28 DE SETEMBRO DE 2017
De portas abertas
06 DE OUTUBRO DE 2017
2ª edição da Ação Promove
31 DE OUTUBRO DE 2017
Ação Promove SABARÁ
31 DE OUTUBRO DE 2017
Literatura sabarense
31 DE OUTUBRO DE 2017
Professores no limite
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados