TERÇA-FEIRA, 17 DE JUL DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - GERAIS
08 DE JUNHO DE 2017
Mutirão no Fórum da cidade reduz processos

Ao menos 40 audiências de conciliação terminaram em acordo durante dois dias de trabalho

Nos dias 9 e 10 de maio foi realizado no Fórum de Sabará um mutirão com o objetivo de dar maior celeridade aos processos da comarca. Dos processos com audiência de conciliação designadas, 42 resultaram em acordos, sendo atendidas 1.002 partes. Os valores conciliados ficaram em torno de R$ 197 mil. Além dos acordos, foram proferidas 296 sentenças, num total de R$ 576 mil, sendo 182 em processos dos Juizados Especiais, 42 em processos do acervo geral e 64 em audiências de conciliação (essas últimas foram proferidas nos processos onde não houve acordo).

A ação contou com a contribuição de 25 juízes de direito substituto que concluíram, na sexta-feira, 12 de maio, o 12º Curso de Formação Inicial - Segunda Turma, os novos magistrados assumirão em breve postos em diversas comarcas mineiras. O mutirão serviu como uma aula prática para os novos juízes que assumirão os novos postos mais bem preparados após essa experiência.

A atividade contou com quatro frentes de trabalho: realização de audiências de instrução e julgamento; audiências de conciliação; e realização de sentenças do Juizado Especial Cível e da Justiça Comum Cível.

Todo o trabalho foi feito sob a coordenação da juíza diretora do foro e titular da Vara Criminal da comarca de Sabará, Veruska Rocha Mattedi Lucas, e pela juíza da 1ª Vara Cível e da Infância e da Juventude, Luciana Santana Comunian Starling. Também colaboraram magistrados e servidores dos Juizados Especiais de Belo Horizonte. Esses magistrado também fizeram audiência e proferiram sentenças.

Para Dra. Luciana Santana Comunian Starling o evento foi muito produtivo. “O resultado foi melhor que o esperado, foi surpreendente”, destacou. A juíza diz que foi muito bom para comarca, porque além de adiantar muitas audiências, todos os envolvidos aprenderam muito. A magistrada ressalta que o sucesso do evento se deve também à dedicação dos servidores de Sabará que desde o primeiro momento se empenharam ao máximo para a realização. “Todos se dedicaram muito. Teve muita boa vontade e coleguismo. Fiquei encantada com a equipe”, destacou.

O resultado também agradou aos advogados e as partes envolvidas nos processos.

A juíza agradeceu à equipe da Escola Judicial (Ejef), responsável pela realização do curso de formação inicial e pelo evento e elogiou a expertise da equipe do Juizado Especial de Belo Horizonte.Ela explicou que Sabará foi escolhida por estar próxima à capital e por ter um grande acervo.

A magistrada disse ainda que a Comarca está participando do Programa Julgar, também do Tribunal de Justiça Minas Gerais. O programa visa dar prosseguimento e celeridade há antigos processos e ações distribuídas há mais de cinco anos, uma força-tarefa formada por assessores, com apoio de magistrados, dará vazão a esses processos.

GERAIS
25 DE SETEMBRO DE 2017
Carnaval dos Enxutões
08 DE FEVEREIRO DE 2018
TÁ TUDO ERRADO
27 DE ABRIL DE 2015
Rede Sindijori de Comunicação
18 DE OUTUBRO DE 2016
20 DE FEVEREIRO DE 2017
Ande de acordo com a lei
29 DE AGOSTO DE 2017
AngloGold testa sirene no Pompéu
31 DE OUTUBRO DE 2017
Uma tradição milenar
17 DE JULHO DE 2017
Mãe Belgo
17 DE JULHO DE 2017
Cultura, diversão e inovação
17 DE JULHO DE 2017
Nova Era: ArcelorMittal
29 DE AGOSTO DE 2017
Romance em contos
21 DE NOVEMBRO DE 2017
Quanto custa morrer?
03 DE JANEIRO DE 2018
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
28 DE SETEMBRO DE 2017
08 DE AGOSTO DE 2017
08 DE AGOSTO DE 2017
Alerta as Prefeituras
18 DE JULHO DE 2017
Aluguel sem burocracia
28 DE SETEMBRO DE 2017
ACESSO PARA TODOS
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados