SEGUNDA-FEIRA, 22 DE OUT DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - SOCIAIS
18 DE ABRIL DE 2017
Abrigo Irmã Tereza convida a comunidade para abraçar a sua causa

Há 36 anos o Abrigo Irmã Tereza está na vida de Sabará acolhendo nossas idosas com carinho, amor e muita dedicação. O abrigo é uma idealização da Agremiação Espírita Casa do Caminho que atua na cidade há 76 anos e desde então tem difundido os preceitos da doutrina através da caridade. A ideia inicial era criar um abrigo para pessoas carentes (crianças e adolescentes) em passagem pela cidade. Como este trabalho exigiria maiores recursos, optou-se pelo atendimento aos idosos.

Desde a sua construção até hoje o abrigo sempre contou com a ajuda de parceiros e voluntários, que conseguiram tornar realidade essa bela obra de caridade. A construção só foi possível através da utilização de materiais de demolição doados pela Belgo Mineira, além disso, outros recursos vinham através da venda de plásticos e papéis. Depois de muita luta, finalmente, o prédio ficou de pé e equipado, pronto para atender as idosas sabarenses.

O Abrigo Irmã Tereza de Jesus foi inaugurado em 31 de julho de 1981 e se tornou referência no município em atendimento a idosas com maior grau de dependência e que se encontram mais debilitadas, exigindo atenção maior.

Atualmente, atende há 22 idosos, 21 mulheres e um homem, o único nesse longo caminho. O privilegiado é o senhor José Rosa que há 36 anos ajudou a levantar as paredes do abrigo e durante todo esse tempo contribuiu para mantê-lo de portas abertas. Como senhor José, foram muitos os sabarenses que passaram por lá, quase 300 senhoras, e outros tantos incontáveis que ajudaram o abrigo a permanecer funcionando.

Por isso, o Abrigo Irmã Tereza agradece à comunidade sabarense que abraçou a ideia desde o início e sempre contribuiu como pôde. As coordenadoras dizem que existem várias parcerias com empresas e comerciantes que atuam na cidade, além de doações da comunidade, mas mesmo diante de tanta solidariedade, está difícil para o Abrigo continuar sua bela caminhada.

A diretoria da Casa afirma que a instituição necessita de uma receita fixa, ou seja, um valor certo para que possa cumprir com suas obrigações mensais, como contas fixas de água e luz e o pagamento de funcionários. Atualmente, o abrigo tem que arcar com 16 funcionários, sendo 10 cuidadores de idosos, uma técnica de enfermagem, duas cozinheiras, três funcionários de serviços gerais e três da área administrativa.

A intenção é criar uma rede de contribuição não só para o abrigo, mas porque não, para outras instituições que ajudam a construir a história de Sabará, onde todos, a grande família sabarense, formada por pequenas e grandes empresas, comerciantes, moradores da cidade, nascidos ou não aqui, possam contribuir para a continuidade de belos trabalhos como o do Abrigo Irmã Tereza.

Dedicação

Durante 36 anos o trabalho desenvolvido pela equipe do Abrigo Irmã Tereza tem sido fiel aos objetivos de oferecer aos idosos um ambiente onde a limpeza e a higiene são normas invioláveis. Todos recebem cuidados especiais e o principal objetivo é ampará-los e protegê-los em período integral, proporcionando-lhes assistência medica, vestuário e todos os cuidados necessários à vida diária.

Depoimentos

Este trabalho é facilmente reconhecido por aqueles que confiaram ao abrigo a bela missão de amparar seus entes queridos, como Ana Cristina que há 20 anos escolheu o Irmã Tereza como um novo lar para sua tia Maria da Conceição.

“Mais conhecida como Lili, minha tia Maria da Conceição, está no abrigo há 20 anos e sempre foi muito bem cuidada. Desde que entrou é acamada e não apresenta nenhuma ferida ou escara, o que é comum em pessoas que ficam deitadas por muito tempo. Eu só tenho elogios para o abrigo e toda a equipe. Nunca tive nada a reclamar, pois todos os funcionários sempre foram muito atenciosos com minha tia e o atendimento é excelente. Em relação ao acompanhamento médico, ela sempre foi muito bem assistida, todas as vezes que precisou ficar internada o abrigo a encaminhou para o hospital e alguém da família a acompanhava durante o período de internação, mas sempre foi muito bem assistida”, conta.

Cléia Ferraz, filha de Zilda Ferreira de Sousa

“Quando eu mais precisei a Cláudia ( coordenadora da instituição) me estendeu a mão. Minha mãe adoeceu, eu estava de resguardo da minha segunda filha e com alguns problemas particulares. Estava em estado crítico da minha vida, tinha ainda meu irmão especial para cuidar e aí veio o abrigo Irmã Tereza para me amparar. Minha mãe foi muito bem cuidada durante os quatro anos que ficou por lá, só tenho a agradecer a Deus e todos do abrigo. Sempre que podia a levava para minha casa, ela ficava muito feliz. Mas lá ela também encontrou muito amor e carinho, até Deus chamá-la. Eu nunca a desamparei, eternas saudades. Agradeço a Deus e a um anjo chamado Cláudia” .

Ricardo Zerlotini , filho da Sra. Maria do Carmo

“Falar do Abrigo Irmã Tereza de Jesus para mim é como falar de parte da história da minha vida. Sou extremamente grato a esta casa que em um dos momentos mais difíceis da minha vida, acolheu minha mãe que foi dominada pelo mal de Alzheimer.

Eu , como toda minha família, nos vimos em uma situação de extrema angustia e tristeza pois tínhamos o amor para dar, mas não tínhamos a habilidade suficiente para doar em um momento como este. Os membros da família ficam meio que doentes quando percebem que um ente tão querido esta passando por aquela situação sem perceber a perda da sua memória.

Em uma ocasião, minha mãe foi internada e permaneceu no hospital por 31 dias e neste período deixou de andar devido a um dos estágios da doença. Ao ser liberada do hospital foi morar com minha irmã. Foi a partir dai que o Abrigo começou a fazer parte de nossas vidas, pois recebi indicações maravilhosas do lar.

A princípio fiquei relutando, devido não aceitar levar uma pessoa tão importante em minha vida para outras pessoas cuidarem, mas vendo a necessidade de ter pessoas melhores preparadas para cuidar resolvi entrar em contato.

Foi quando conheci a Cláudia que logo após nosso encontro foi até a casa de minha irmã e no dia seguinte me telefonou dizendo que abriria uma vaga para receber minha mãe.

Desde o primeiro dia que minha mãe no lar chegou senti que apesar da difícil decisão que tomei, foi acertada. Ao entrar naquela casa com ela senti uma Paz de Espírito que jamais havia sentido.

Minha mãe recebeu uma nova família, onde todos transmitem a ela um cuidado e um amor incondicional.

Sou testemunha do tratamento e cuidados não só a minha mãe, mas a todos idosos ali presentes, serei eternamente grato a este lar, que merece todo nosso respeito e ajuda, pois o trabalho desenvolvido por todos ali é algo muito grandioso.

Deixo aqui os meus sinceros agradecimentos à Cláudia e a toda sua equipe e aproveito para convocar a todos, independente de onde residam a conhecer o lar e de alguma forma ajudar a fortalecer este trabalho grandioso”.

Juliana Senna Santos, neta de Maria Mafalda da Conceição

“O abrigo apareceu na minha vida em um momento em que tudo estava muito difícil para mim. Meu pai estava começando com processo de Alzheimer e minha avó por causa da idade estava totalmente depende de cuidados. Entrei em desespero, não tinha como cuidar de dois idosos foi quando tive o primeiro contato com o abrigo. Descobri um lugar maravilhoso, muito limpo onde as idosas são muito bem tratadas e os cuidadores são anjos, são pessoas maravilhosas que cuidam com muito carinho de quem amamos. Meu conceito com relação a asilo mudou depois que conheci o Abrigo Irmã Teresa De Jesus um lugar que preza acima de tudo o bem estar do idoso, tenho muita confiança e tranquilidade, porque confio no trabalho executado por todos. Eu só tenho que agradecer à Cláudia, aos diretores e às cuidadoras pelo carinho, dedicação e amor de sempre com nossos idosos e com nós familiares”.

Doações

Aqueles que querem contribuir com a continuidade desse belo trabalho, podem entrar em contato com o Abrigo Irmã Tereza de Jesus através do telefone 3672 6302 ou pelo e-mail:

abrigoirmatereza@caminho.org.br .

Para quem quiser conhecer o local e fazer uma visita às idosas o abrigo fica à rua Padre Nico- 157. Padre Chiquinho.

SOCIAIS
02 DE ABRIL DE 2015
Campanha Eu amo minha mãe!
24 DE ABRIL DE 2018
Projeto Superar completa um ano
14 DE MAIO DE 2018
Ser mãe: um grande desafio
11 DE SETEMBRO DE 2018
Um presente e um sonho realizado
27 DE JULHO DE 2018
E ela se foi: Nazinha!
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados