SÁBADO, 20 DE JAN DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - CALENDÁRIOS E EVENTOS
20 DE FEVEREIRO DE 2017
Carlinhos Bandola: um eterno carnavalesco

Na terça feira de Carnaval, 28 de fevereiro, faz 11 anos que Carlinhos Bandola, um amante da folia, partiu para o andar de cima. Ironicamente na terça-feira de Carnaval de 2006. Bem, mas para ele que gostava do samba, casa cheia e aquela cerveja gelada não poderia ser diferente, pois até a sua despedida tinha que ser em clima de festa. “O velório foi até engraçado, os amigos foram fantasiados, cada hora chegava um com uma fantasia diferente. Alguns xingavam: ‘porque morrer logo no Carnaval?’”, lembra Ducinéia de Oliveira, companheira por 30 anos da vida e dos carnavais.

Dulcinéia também é uma apaixonada pela festa e foi em um desses carnavais que o namoro com Carlinhos começou. Eles se conheceram na Moralistas do Samba, logo na sua fundação, nos idos de 1975. Ali se apaixonaram, namoraram, casaram e construíram sua família sempre no embalo de sambas e marchinhas, como conta a filha Cássia, “Nós crescemos no meio do Carnaval, aqui em casa todos gostam. Sempre fomos ao Paraíso dos Moralistas, tudo por causa da influência do meu pai”, diz.

Carlinhos foi figura marcante no Carnaval Sabarense, não só pelo seu jeito alegre e irreverente, mas por sua atuação. Sempre saiu no Paraíso dos Moralistas e tinha uma importante atuação. “O pessoal vinha aqui pra casa, aqui tinha o ‘Tapa na boca’, a cerveja e eles faziam as músicas. Era muito divertido”, lembra a esposa.

Bandola ajudou a fundar a Rancho das Fores, em parceria com Marlúcio Pereira e como não bastasse, fundou também a Moralistas do Samba, escola que Dulcinéia foi porta bandeira por quase três décadas, abandonando o cargo só após a partida do marido. Além disso, Carlinhos tocava qualquer instrumento de percussão. “Aquilo que colocava nas mãos dele ele tocava”, conta a companheira. E não parava por aí, com diversos parceiros compôs sambas e marchinhas para o Rancho e para os Moralistas.

Para Dulcinéia, todos os carnavais com Carlinhos foram especiais, não tem como destacar aquele mais marcante. A filha diz a mesma coisa, mas não se esquece do famoso vestido verde de bolas pretas que era certeiro em todos os carnavais. “Foram muitos anos com o mesmo vestido, essa recordação eu tenho”, conta.

Ele se foi, mas a festa continua. Dulcinéia diz que não sai mais como porta-bandeira, mas ainda participa dos desfiles dos Moralistas do Samba, não com o mesmo entusiasmo, já que os joelhos não aguentam mais, mas sempre dá um jeito. Já Cássia diz que gosta mesmo é do Paraíso dos Moralistas e este ano pretende cair na folia com o Bloco.

Enquanto isso, Carlinhos, como já escreveu Sérgio Alexandre, quando o carnavalesco se foi, deve está curtindo o verdadeiro Paraíso com tantos outros amantes da folia, que partiram muito cedo.

CALENDÁRIOS E EVENTOS
07 DE JULHO DE 2015
Vem aí Sabará Rock Bier 2015
02 DE FEVEREIRO DE 2016
PROGRAMAÇÃO DE CARNAVAL 2016
21 DE MARÇO DE 2016
II Festa RETRÔ
20 DE FEVEREIRO DE 2017
Cidade em ritmo de Carnaval
31 DE OUTUBRO DE 2017
03 DE FEVEREIRO DE 2017
Prepare-se para cair na folia!
05 DE JULHO DE 2017
Tradição renovada
17 DE JULHO DE 2017
Muitos anos de Belgo
31 DE OUTUBRO DE 2017
15ª Feira de Artesanato
09 DE FEVEREIRO DE 2017
PROGRAMAÇÃO DE CARNAVAL 2017
05 DE JULHO DE 2017
Viva São João!
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados