SEGUNDA-FEIRA, 15 DE OUT DE 2018
Untitled Document
NOTICIÁRIO - MEIO AMBIENTE
18 DE OUTUBRO DE 2016
COMUNIDADE DE MAQUINÉ SE MOBILIZA PARA REVITALIZAR CÓRREGO

Moradores sofrem com a falta de abastecimento de água e esgotamento sanitário

Moradores da comunidade de Maquiné, localizada no distrito de Ravena, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, realizaram, no domingo (16/10), um mutirão para limpeza do córrego Santo Antônio, com recolhimento de resíduos sólidos e destinação dos mesmos para aterro sanitário, plantio de mudas arbóreas e construção de um jardim.

Estudos do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio das Velhas (CBH Rio das Velhas) mostram que a comunidade de Maquiné não conta com serviço de saneamento básico, seja por abastecimento de água ou esgotamento sanitário. O abastecimento de água no local é feito por meio de cisternas e via captação direta pelos moradores no Córrego Santo Antônio (afluente do Ribeirão Vermelho, que por sua vez é afluente do Rio das Velhas).

O Córrego Santo Antônio, que abastece a comunidade, sofre com muitas pressões ambientais como frequentes descargas de poluentes provenientes de manutenção de criatórios de peixes, postos de combustível, etc; além do assoreamento devido às erosões em terrenos próximos ao leito do rio, forte presença de lixo, entulho e desmatamento.

Como alternativa para minimizar os efeitos ambientais da região, a Associação Comunitária do Sul de Ravena (ASCOSUL) providenciou assessoria técnica para construção do jardim e acompanhamento do plantio de mudas e, ainda, será, via entidade, ministrado um curso de jardinagem para que os moradores possam fazer a manutenção futura dos jardins.

CBH Rio das Velhas – Além de intermediar as mudas para o plantio, que foram doadas pela Prefeitura de Vespasiano, o CBH Rio das Velhas já tem atuação na comunidade desde 2010 quando mobilizou, junto à iniciativa privada e com assessoria técnica da Emater-MG, a instalação de fossas econômicas em 86 residências. A iniciativa colaborou para minimizar problemas de saúde pública na comunidade. Antes da instalação das fossas econômicas, para depositar o esgoto, os moradores utilizavam fossas negras (buracos no solo) que transbordavam e contaminavam as casas em período chuvoso. O CBH Rio das Velhas acompanha o desenvolvimento ambiental da região, por meio da atuação do Subcomitê Poderoso Vermelho.

MEIO AMBIENTE
08 DE FEVEREIRO DE 2018
Alerta em períodos chuvosos
08 DE FEVEREIRO DE 2018
29 DE MARÇO DE 2018
Vizinhos do Aterro
02 DE ABRIL DE 2018
Outdoor por todas as partes
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados