DOMINGO, 23 DE JUL DE 2017
Untitled Document
NOTICIÁRIO - GERAIS
24 DE MAIO DE 2016
Feriado de Corpus Christi exige cautela do motorista

Fazer pausas durante o percurso e evitar pegar estrada com chuva são recomendações de especialista

Feriado é sinônimo de relaxamento na companhia de amigos e da família. Quando os dias de folga são prolongados, aumenta tanto a possibilidade de viagens mais longas, quanto à urgência em chegar ao destino desejado. Para que o clima de descontração seja mantido, o motorista não deve poupar nos cuidados ao conduzir o veículo.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), a previsão para semana do feriado de Corpus Christi, na próxima quinta-feira (26), é de chuva ou neblina para maioria dos estados. A combinação entre excesso de velocidade, pistas molhadas e maior fluxo de veículos nas rodovias potencializam os riscos de acidentes de trânsito. Conforme a especialista de trânsito da Perkons, Idaura Lobo Dias, o ideal é evitar pegar estrada com chuva, circunstância que reduz a visibilidade. “Se já tiver iniciado a viagem, é recomendado parar e procurar não sair do carro, justamente para não ser vítima de um atropelamento, por exemplo”, ilustra. Também é indicado ao motorista transitar com os faróis baixos ligados o trajeto inteiro e manter distância segura em relação aos demais veículos.

Dados da Polícia Rodoviária Federal (PRF) revelam que chuva e neblina elevam os riscos de acidentes em 30%, uma vez que a aderência dos pneus ao asfalto diminui. Ainda assim, muitos motoristas insistem em manter condutas inapropriadas nas estradas. Em 2015, foram registradas 102 mortes em rodovias federais durante o feriado religioso, número 21% inferior ao constatado no mesmo período de 2014. Ao se considerar o aumento da frota, no entanto, o índice de letalidade aumenta em 25%. Com a maior malha rodoviária do país, o estado Minas Gerais foi o que mais registrou mortes (18), ao passo que os acidentes foram mais recorrentes no Paraná, com 236 casos.

Com o propósito de mudar este cenário, a PRF atuou, em anos anteriores, por meio de ações preventivas, reforço no policiamento em trechos estratégicos das rodovias federais e fiscalização, esta última destinada a coibir atitudes de risco como ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e a mistura de álcool e direção. Uma das recomendações do órgão é evitar horários de pico e fazer pausas para descanso durante o percurso.

GERAIS
26 DE DEZEMBRO DE 2016
COLUNA MG
05 DE JANEIRO DE 2017
REDE SINDIJORI DE COMUNICAÇÃO
27 DE ABRIL DE 2015
Rede Sindijori de Comunicação
18 DE OUTUBRO DE 2016
20 DE FEVEREIRO DE 2017
Ande de acordo com a lei
01 DE FEVEREIRO DE 2017
REDE SINDIJORI DE COMUNICAÇÃO
22 DE MARÇO DE 2017
Corrente do Bem
17 DE JULHO DE 2017
Mãe Belgo
17 DE JULHO DE 2017
Cultura, diversão e inovação
17 DE JULHO DE 2017
Nova Era: ArcelorMittal
22 DE MARÇO DE 2017
Não existe hora de parar
18 DE JULHO DE 2017
Aluguel sem burocracia
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados