SÁBADO, 24 DE OUT DE 2020
Untitled Document
NOTICIÁRIO - POLÍTICA
06 DE MAIO DE 2016
Comissão Especial do Senado aprova processo de Impeachment

Por 15 votos a 5, os senadores da Comissão Especial acataram o parecer do relator Antonio Anastasia (PSDB-MG) pela abertura do processo de Impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

A sessão aconteceu no fim da manhã desta sexta-feira, 6, como estava previsto e não houve abstenção.

O início foi tumultuado e teve bate-boca entre alguns senadores, mas após o presidente da Comissão, Raimundo Lira (PMDB-PB) suspendê-la por cinco minutos, os ânimos se acalmaram e a sessão deu prosseguimento.

Antes da abertura da votação, o relator Anastasia ressaltou que o quê se discute não é a honestidade ou não da presidente, mas sua responsabilidade por atos cometidos no exercício da função.

Com a aprovação da comissão, o prazo é de 48 horas (sem contar o final de semana) para o parecer ser votado novamente, agora por todos os senadores no plenário do Senado. Assim, a votação deve acontecer na próxima quarta-feira (11). No plenário, é preciso o apoio da maioria simples (41 votos, se os 81 senadores estiverem presentes). O senador Raimundo Lira (PMDB-PB), presidente da comissão, não votou.

Caso seja aprovado pela Casa, Dilma Rousselff se afasta por até 180 dias, nesse período ocorrerá o julgamento do impeachment. Se presideente for condenada ficará definitivamente fora do cargo e ilegível por oito anos, sendo assim, o vice-presidente Michel Temer (PMDB) assume a presidência até o fim do mandato. Caso seja absolvida, a Dilma retorna à presidência.

POLÍTICA
27 DE DEZEMBRO DE 2019
PM fecha 2019 com balanço positivo
29 DE JUNHO DE 2020
Por onde andam os vereadores?
26 DE DEZEMBRO DE 2019
Prefeitura fecha 2019 com conquistas
SIGA A FOLHA DE SABARÁ:
2015 © Todos os direitos reservados